Slider

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Bolo de Fubá com Castanha do Pará e Limão



Antes de falar sobre este bolo delicioso, gostaria de comentar com vocês o que eu achei de 2 produtos sem lactose que provei recentemente.

Fui ao mercado e comprei todos os iogurtes de soja da Batavo, um de cada sabor.
Infelizmente, não me adaptei. Achei o gosto muito ácido, demais mesmo. Principalmente o de frutas vermelhas. Só estou conseguindo tomá-lo batido com frutas, porque puro é muito forte para mim.
De todos os iogurtes que provei fora do Brasil, o da Batavo ganhou no quesito acidez e textura líquida. Mandei um e-mail para a empresa dizendo a minha opinião sobre o produto, mas até agora não tive retorno.
Vou começar a produzir iogurte de soja caseiro. Em breve vou postar no blog ensinando como prepará-lo.
*Atualização: receita do iogurte de soja caseiro, clique aqui.

O outro produto foi o salgadinho sem glúten e sem lactose da Vitao de tomate e orégano, achei uma delícia.
Apesar do elogio, aconteceu uma coisa que fiquei muito chateada. Li o rótulo dos 3 sabores oferecidos que são: tomate e orégano, ervas finas e queijo. Obviamente o de queijo foi descartado, então lendo a lista de ingredientes comprei os outros 2 sabores.

Porém quando cheguei em casa, entrei no site da empresa e vi que eles fornecem uma lista de produtos sem lactose. Qual foi minha surpresa quando vi que o salgadinho de ervas finas não estava incluído na lista! Mandei um e-mail para eles elogiando o produto e perguntando por que o sabor de ervas finas não estava na lista, já que não havia leite na composição. Eles me deram um retorno hoje de manhã explicando que este sabor pode conter traços de lactose devido ao aroma utilizado.
Poxa, porque então não colocam alguma informação no rótulo? Vejam só se temos como adivinhar se contém traços de lactose ou não:

Lista de ingredientes: Canjica de milho integral, óleo de palma, fibra de milho, sal refinado, aroma natural de ervas finas e corante natural de urucum.

Eu nunca imaginaria. Tudo bem que eles disponibilizam a listagem de produtos sem lactose no site, porém fica inviável para o consumidor procurar as informações com antecedência para depois ir fazer compras. O rótulo é nosso aliado, lá deveria estar tudo o que precisamos saber.

Respondi o e-mail demonstrando a minha insatisfação e fazendo o apelo de colocar a informação do contém / não contém lactose. Espero de verdade que as empresas (principalmente as que seguem a linha de natural e orgânico) enxerguem de uma vez o mercado de alérgicos e intolerantes que cresce cada dia mais. Não mudaria muita coisa incluir no rótulo essas 2 ou 3 palavras: contém lactose / não contém lactose.
Os únicos que podem (e devem) lutar para que isso aconteça logo somos nós. Então pessoal, sempre que ocorrer situações parecidas entre em contato com as empresas, vamos mostrar que estamos aqui!
E entre em contato não apenas para reclamar, mas para elogiar também.
*Atualização: a Vitao respondeu, publiquei a resposta aqui.

Bom, voltando ao bolo...
Esse bolinho acabou de entrar para a minha lista de favoritos. Ficou delicioso! A receita original pede amêndoas moídas, porém como eu não tinha, usei castanha do pará que moí grosseiramente. Ficou aquela gostosura de pedacinhos crocantes na massa! A caldinha de limão regada em cima do bolo ainda quente só serve para melhorar ainda mais. Vocês não vão se arrepender!


Bolo de fubá com castanhas do pará e limão - Sem Lactose, Sem Glúten
Ligeiramente adaptado do livro Viva sem Alergia, de Alice Sherwood.

140 gramas de creme vegetal
140 gramas de açúcar (usei demerara)
2 ovos batidos
140 gramas de amêndoas moídas (usei castanha do Pará)
1 colher de chá de essência de baunilha
85 gramas de fubá
½ colher de chá de fermento químico
¼ colher de chá de sal
Suco e raspas de um limão-siciliano grande (usei o limão verdinho)

Para a calda
4 colheres de sopa de suco de limão (usei o suco de 2 limões verdes pequenos)
2 colheres de sopa de água
115 gramas de açúcar de confeiteiro

1. Pré-aqueça o forno a 180 graus e unte com óleo uma assadeira pequena com furo no meio. (ou então, faça conforme a receita original que aconselha forrar a assadeira com papel manteiga. Não fiz isso, já que usei forma de silicone).

2. Bata o creme vegetal e o açúcar com uma batedeira elétrica, ou senão com uma colher de pau até amolecer e ficar fofo.

3. Junte os ovos, um por vez, mexendo após cada adição.

4. Adicione as amêndoas (ou castanha do Pará) e a essência de baunilha. Peneire o fubá, o fermento e o sal sobre a massa. Adicione as raspas e o suco de limão e misture delicadamente com uma colher.

5. Coloque a massa para assar em fogo médio por aproximadamente 1 hora, faça o teste do palito. (O meu bolo ficou pronto em 45 minutos).

6. Prepare a calda: aqueça em fogo baixo o suco de limão, água e açúcar de confeiteiro até o açúcar dissolver por completo. Com um garfo, faça furos no bolo ainda quente e regue por igual. Deixe esfriar na assadeira e depois desenforme.

Espero que gostem! :D
Beijos!

14 comentários:

  1. Monalisa fiz o bolo e ficou bom. As castanhas ficaram todas no fundo da forma? Tem como corrigir isso? Acho que não triturei tão bem os pedaços. Será que a receita daria certo sem o limão? É que não sou tão fã de limão assim. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Monalisa e Patricia, para que as castanhas fiquem integradas a massa de maneira uniforme, misture elas no fubá juntamentes com todos os ingredientes secos, só depois acrescente com os demais ingredientes. Dá certo para qualquer tipo de aleaginosas (grãos) e frutas secas.
      Leoni de Novaes Kawano - Florianopolis

      Excluir
  2. Oi Patricia! Quando eu fiz só os pedaços que estavam um pouco grandinhos é que ficaram no fundo, acredito que na próxima vez vc deva triturar um pouco mais. Não para ficar na consistência de farinha fina, mas uma farinha mais grosseira, que vc possa ainda ver alguns pedacinhos. Se a receita dá certo sem limão, eu acredito que sim. Vai perder o charme principal, mas dá certo. Já que vc não é fã de limão, eu faria um teste e substituiria o limão por laranja ou maracujá. Nunca fiz usando essas opções, mas acredito que os sabores combinariam, principalmente o maracujá. Bjos! =)

    ResponderExcluir
  3. Meninas, o que seria este creme vegetal, é sem lactose?

    Beijos

    Betoka

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Betoka, um exemplo de creme vegetal é a Becel. É um substituto sem lactose para a manteiga e margarina.
      A becel é a que eu mais utilizo, porém existem outras marcas. Leia antes o rótulo porque já vi algumas marcas de creme vegetal contendo soro de leite na composição. Beijos! :)

      Excluir
  4. Parabens pelo blog! Estou apaixonada! Alem de super informativo e lindo, as receitas parecem divinas!

    ResponderExcluir
  5. Monalisa,
    Você acredita que fiz esse bolo esses dias, com essa mesma adaptação, sem ver que tinha a receita dele aqui? Eu vi a receita no "Viva sem Alergia" e fui fazer, mas no dia não achei amêndoas e comprei castanha do pará. O limão verdinho eu escolhi mesmo porque faço um outro bolo com calda dele e gosto muito. O resultado ficou tão bom que você acredita que já repeti a receita e ainda não testei a origina sól com amêndoas...só 1/2 a 1/2. Achei a textura da castanha do pará não tão triturada tão boa!
    E esse bolo ficou tão maravilhoso que até comentei com meu namorado que ia te enviar...agora que vi que já está aqui! =D Bom saber que mais gente já está aproveitando essa delícia há algum tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Beatriz! hahaha
      É uma delícia, né? Também gostei muito! E obrigada por ter pensado em me enviar, fico feliz com a lembrança! :)
      Beijos

      Excluir
  6. Olá! Descobri hj o blog e gostei muito! Quando vc usa creme vegetal, eu posso usar gordura de palma? Compro orgânica para fazer frituras, mas qdo quero fazer uma receita que leva creme vegetal fico na dúvida se pode substituir, tipo em um bolo, cookie... Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alessandra! Infelizmente nunca utilizei a gordura de palma para conseguir te responder. As receitas que tem a característica de mais amanteigada, como é o caso desse bolo e de alguns cookies, utilizo a manteiga ghee. Mas não sei se com a gordura de palma terá o mesmo resultado, provavelmente será necessário adaptar a quantidade. Caso você realize um teste peço a gentileza de me contar como ficou. Um grande beijo

      Excluir
  7. Ok então! Vou testar! Muito obrigada pelo seu retorno. Bj!

    ResponderExcluir

Compartilhe!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner