Slider

sábado, 28 de março de 2015

Queijos / Pastas vegetais fermentadas


 
 
Olá!

Lembram que contei que estou estudando sobre alimentação viva?
Continuo aprendendo a germinar sementes e sigo fazendo algumas receitinhas. Prometi que quando fizesse o queijo vegetal fermentado com o Rejuvelac (que ensinei aqui) iria colocar o passo a passo para vocês e aqui está! :)
 
A receita tem o nome de "queijo", porém fica como uma pasta espessa que pode ser moldada em bolinhas, bolonas... do jeito que você quiser.
Quando falamos 'queijo' não tem como não comparar com queijo de leite de vaca, não é mesmo? Eles são totalmente diferentes. O "queijo" da foto parece mais com a ricota que fazemos com a sobra dos leites vegetais com relação a textura, mas mais macio e levinho.
Na minha opinião, o nome que mais combina com a receita é pasta fermentada, por isso coloquei os dois nomes no título. O sabor é muito gostoso e a textura deliciosa. Vamos deixar as comparações de lado e saborear o que é gostoso! :)
 
Alimentação viva é carinho e paciência. Nunca vamos conseguir desejar a receita e fazer no mesmo dia porque precisamos das sementes germinadas, então é preciso planejamento, ok?
 
Recadinho últimas vagas:
Está chegando, Rio de Janeiro! É dia 15 de abril as 14h00 no Ateliê Bendita Panela (Recreio) a nossa aula recheada de dicas e receitas sem glúten, lácteos, ovos e soja com as Nutricionistas Monalisa Cavallaro (Eu!) e Dinalva Prado. Últimas vagas, garanta já a sua! A descrição das receitas que serão ensinadas, informações e inscrições são através do site: www.benditapanela.com.br
 
 
Queijo / Pasta vegetal fermentada com Rejuvelac - Alimentação Viva
 
1 xícara de grão de bico cru
1/2 xícara de chá de castanha do Brasil (ou castanha de caju)
aproximadamente 1/2 xícara de Rejuvelac (veja como preparar aqui)
 
Primeiro passo - germinar o grão de bico
- Escolha os grãos e descarte os que estiverem danificados. Lave bem em água corrente e deixe de remolho na água por 8 horas;
- Escorra a água, coloque os grãos em um vidro. Cubra com um voil e amarre a boca do vidro com um elástico. A boca precisa ficar para baixo e inclinada a 45 graus de forma que o excesso de água possa escorrer e o oxigênio possa entrar (vide foto no Rejuvelac). Quem quiser, pode colocar os grãos em uma peneira e cobrir com voil;
- Molhe os grãos duas vezes ao dia, pela manhã e a noite. Escorra o excesso de água e volte o vidro para a posição de 45 graus. Faça isso até começar a germinar e o "narizinho" aparecer (foto abaixo), demora aproximadamente 48 horas. Assim como as pessoas não são iguais, as sementes também não são. Então em alguns vai nascer um narizinho e em outros um narigão, vejam na foto do lado esquerdo, rs. :)
- Retire a pele dos grãos. Uma maneira bem fácil que aprendi é colocar os grãos em um saco e bater com uma garrafa, por exemplo, para que os grãos se partam. Depois jogue tudo em uma vasilha com um pouco de água. A pele vai boiar, é só retirar e verificar os outros grãos para se certificar de que não restou nenhuma pele presa.
 
 
Segundo passo - acordar a castanha do Brasil
A castanha do Brasil passa por processo térmico para retirar a casca, portanto ela não é considerada alimento vivo (a não ser que você compre a castanha com a casca e tire em casa). Não ser um alimento vivo significa que não vai germinar como o grão de bico. Só! Ela continua sendo um ótimo alimento com um grande valor de nutrientes. O mesmo ocorre com a castanha de caju. Então nesse caso, não teremos como germiná-las, vamos apenas hidratá-las.
Quando o grão de bico já estiver praticamente germinado, lave as castanhas do Brasil e coloque de remolho na água por 4 a 6 horas. Descarte a água de remolho.
 
Terceiro passo - liquidificar
Bata bem o grão de bico germinado e a castanha do Brasil hidratada no liquidificador, colocando o rejuvelac aos poucos, apenas o suficiente para conseguir bater (foto abaixo).  

 
 
Quarto passo - fermentar
Precisamos deixar o queijo pendurado para o excesso de rejuvelac cair e para que a fermentação ocorra. Você pode colocar em um voil, amarrar e deixar pendurado em um local seguro da sua cozinha com uma vasilha embaixo para cair o soro. Eu não consegui fazer isso porque aqui em casa temos 3000 formigas morando conosco, rs. Então olhem só a situação do meu queijo, tive que colocar pendurado dentro da jarra e colocar a jarra dentro de um prato com água. Situação ridícula, né? Mas só assim para as formigas não tomarem conta, rs. Deixe fermentando por 8 a 10 horas. Já deixei mais do que isso e achei que ficou amargo, o tempo de 9 horas foi o ideal para mim.
Tempere o queijo da maneira como preferir, coloquei sal e limão, fiz as bolinhas e passei na cúrcuma, na páprica picante e no orégano. Com orégano ficou sensacional, meu preferido.
O soro que escorreu pode ser consumido, bata com frutas.
 
Coloquei 2 livros que estou lendo sobre alimentação viva na nossa Biblioteca Sem Lactose, estão no final da lista. Para ver clique aqui.

 
 
E esse é o queijinho estilo alimentação viva!
 
É uma delícia consumir um alimento que você se dedicou a preparar, acompanhou o crescimento e aguardou ansiosamente que ficasse pronto! :)
 
Com amor,
 
Monalisa Cavallaro

2 comentários:

  1. Oi Monalisa! Fiz grao de bico brotar sem querer! Deixei de molho a noite e no dia seguinte escorri. Cozinhei uma parte e a outra queria fazer farinha, então coloquei em uma forma d aluminio e deixei no forno, mas não liguei, pois tive que sair de casa. No decorrer do dia, que foi corrido, não liguei o forno. Quando me lembrei a noite, por volta das 22hs, vi que alguns graos haviam brotado! Fiquei encantada! Como muitos estavam secos, só alguns úmidos, resolvi molhar denovo e voltei com a forma para o forno. Hoje pela manhã, os que brotaram cresceram mais , mas muitos não brotaram, fermentaram, pois estão com uma espuma por cima e cheiro bem característico. Agora não sei o que fazer! Me ajuda?
    Obrigada, pela atenção,

    Marcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcia! Eles fermentaram porque a água ficou acumulada. Para germinar devemos deixa-los em uma peneira ou em um vidro tampado com voil e inclinado de boca para baixo para que a água possa escorrer (no texto da receita tem o link mostrando como o vidro deve ficar).
      Se formar espuma, cheiro ruim, se ficar com uma coloração estranha ou qualquer outra situação fora do normal não tem o que fazer, deve-se desprezar. É perigoso formar fungos e fazer mal.
      Grande beijo!

      Excluir

Compartilhe!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner