segunda-feira, 8 de abril de 2013

Como fazer "leite vegetal" e ricota de castanhas



Olá Queridos!

Faz muito tempo que eu queria falar com vocês sobre uma coisa, mas o tempo foi passando e eu não consegui atualizar o blog. Infelizmente quando a correria aperta, o blog acaba ficando em stand by, mas é a vida, né?

Quando eu descobri a intolerância à lactose, a primeira coisa que os médicos me recomendaram foi o leite de soja (na época não existia o leite zero lactose no Brasil e eu nunca consegui tomar os leites baixa lactose). A partir daí, pesquisando substitutos de outros produtos, fui praticamente forçada a entrar de vez com a soja: leite condensado de soja, creme de leite de soja, leite para uso culinário de soja, iogurte de soja.
Os produtos citados são industrializados, já vem pronto para uso e por isso são práticos. Além disso, o preço do leite de soja comparado com o preço de outros leites vegetais, é bem mais acessível (1 litro do leite de amêndoas industrializado sai por R$14,00 na "promoção").

Eu nunca fui fã de tomar leite de soja puro. Tive as minhas fases, mas passou rápido. O que perdurou mais foi a fase do iogurte caseiro, mas também já enjoei. Os outros produtos eu utilizo mais em preparações doces e estas tem vez aqui em casa apenas 1 vez na semana. Ou seja, até determinado tempo atrás eu estava consumindo soja no máximo 3 vezes na semana.

E foi assim até o dia que comecei a criar consciência. Desde o começo da IL eu virei leitora oficial de rótulo de produtos e tenho certeza que muitos aqui também pegaram esse vício. Comecei a reparar além do leite e passei a prestar atenção se o que eu iria consumir tinha soja também. Fiquei horrorizada quando percebi que estava usando soja inconscientemente de uma maneira bem mais exagerada do que eu pensava.

Os fatores que eu citei acima foram primordiais para esse exagero acontecer: praticidade (já vem pronto!) e preço (outros substitutos são muito caros!). Mas agora vem o X da questão: até que ponto essa praticidade compensa? Será que dá tanto trabalho assim fazer um leite vegetal caseiro ou um leite condensado vegetal (de coco, por exemplo) em casa? E será que é tão caro assim preparar de forma caseira?

Minha resposta é: NÃO.

Posso afirmar para vocês que perder 5 minutos batendo castanhas no liquidificador não vai fazer com que você perca compromissos, e nem vai estourar o seu orçamento.
Da mesma forma como todos aqui tiveram de se adaptar um dia a uma nova dieta, a decisão de diversificar os alimentos só preciso de uma coisa: vontade.

Você odeia rotina? O seu organismo também! Aproveitem o momento, principalmente depois dos últimos acontecimentos envolvendo o leite de soja, e diversifiquem o cardápio.
Já falei isso aqui e repito: a restrição alimentar para mim foi uma oportunidade de cair na real. Passei a prestar muita atenção na minha alimentação, fui "obrigada" - no bom sentido - a provar sabores que jamais teria curiosidade de provar caso eu pudesse comer de tudo. Hoje vejo que ainda não fiz o suficiente por mim, preciso ofertar ao meu corpo tudo de bom que ele merece e não ficar nessa mesmice e rotina de sempre de trocar leite por soja.

Vejam bem: estou falando que é para abolir a soja? Não. Estou dizendo para não ficar fazendo uso exagerado, porque futuramente pode ter consequências.

Ah, mas e em relação ao cálcio que existe no leite de soja industrializado, Monalisa?
Vocês não vão conseguir atingir a quantidade requerida de cálcio por dia através do leite de soja acrescido de cálcio de nenhuma maneira. Para isso, é necessário uma alimentação equilibrada e acompanhamento nutricional. A quantidade de cálcio presente nestes produtos é baixa e além disso, a absorção não é a mesma coisa...

Vamos dar uma chance aos leites vegetais? Vocês ainda ganham de presente uma "ricota" ou queijo vegetal na mesma hora! Topam?


Leite Vegetal Caseiro

1 xícara de chá de amêndoas cruas sem sal (ou castanhas de caju ou amendoim ou aveia ou avelãs ou nozes... o processo é o mesmo!)
1 litro de água (ou 4 xícaras de chá de água)

1. Lave as amêndoas em água corrente e deixe de molho em água por aproximadamente 8 - 12 horas. Dica: Faça isso a noite e deixe de um dia para o outro na água.
2. Jogue a água de remolho fora, coloque as amêndoas no liquidificador e acrescente 1 litro de água mineral. Bata bem.
3. Coe em um pano fino (voal), coloque em uma jarra e mantenha na geladeira por no máximo 3 dias.

Reparem: 1 xícara de castanhas para 1 litro de água. É ou não é acessível?

- Deixe para adoçar na hora de tomar: utilize outros tipos de açúcares - mel, açúcar mascavo, açúcar demerara, etc. Aproveite para variar também o açúcar!
- Se for bater com frutas, não adoce!
- Para variar, tome com um achocolatado sem lactose (por exemplo, o Native Orgânico)
- Eu não tiro as cascas das amêndoas, se quiser, pode tirar depois do período que elas ficam de molho.

O que fazer com as sobras das amêndoas (ou das demais castanhas)?


É possível fazer uma "ricota" de castanhas para comer com pães, torradas, etc.
Pegue a sobra das castanhas, tempere com limão, azeite, sal, ervas... e pronto! Acreditem, fica uma delícia! O de amêndoas então... sou apaixonada! Se quiser bata um pouco mais no processador para virar uma pasta mais consistente. Lembrando que mesmo para esse fim eu não tiro as cascas das amêndoas, ao contrário do que eu pensava, deixar as cascas não amarga a receita.

E para quem tiver um pouquinho mais de tempo e quiser fazer um queijo vegetal, sugiro as receitas da Claudia Marcelino, vejam a receita do queijo minas e do queijo branco clicando aqui.
A foto abaixo foi da tentativa de fazer o queijo branco vegan com a sobra das amêndoas.

Olhem só como eu sou o ícone da delicadeza e da phynesse na hora de desenformar as coisas, hahahaha.
E ainda tem gente que acha que eu arraso na cozinha... doce ilusão! Se bem que eu arraso mesmo, no mau sentido da coisa, hehe.

O que acharam? Não é nada difícil, não é mesmo?
Lembrando que também contamos com o leite de coco, que estou utilizando muito em preparações salgadas.


Beijos!

39 comentários:

  1. Monalisa,

    Adorei o seu post. Às vezes também penso nessa questão da IL como uma chamada para acordar e prestar atenção na alimentação. Claro que tem toda a dificuldade das restrições envolvidas, mas prefiro pensar que "foi para o bem"! heheheh
    Aprendi muitas coisas novas depois que descobri minha IL e continuo aprendendo (nesse quesito seu blog tem ajudado muito!), passei até a dar mais valor a comidas que antes eu comia sem nenhuma restrição (felizmente me dou bem com a enzima lactase, então vez ou outra consumo leite, leite condensado, etc). Descobri que na verdade a "graça" pra mim é comer coisas diferentes e gostosas e que tudo que é muito, por melhor que seja, enjoa. Então hoje em dia eu acho muito mais gostoso comer um doce bem feito, mesmo que ele me dê mais trabalho para prepará-lo em casa, sem leite, do que sair comendo um monte de doces sem critério nenhum o dia todo.
    Obrigada por compartilhar tantas informações úteis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você! Depoimento maravilhoso, obrigada pela mensagem! Grande Beijo! :)

      Excluir
  2. Tenho certeza que as intolerâncias alimentares são uma ótima oportunidade para uma alimentação saudável e você esta certíssima em substituir a soja por outros leites vegetais que não são nem difíceis, nem caros.
    bjs Monalisa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijos, querida! Você mais do que ninguém sabe como é bom se beneficiar dos mais diversos leites vegetais, né? ;)

      Excluir
  3. Ótimo post Monalisa!!!
    Fica uma delícia o leite vegetal caseiro mesmo, o de amêndoas é meu preferido, e a ricota depois também é maravilhosa!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. A castanha de caju pode ser torrada (sem sal) ?

    Thanks.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ideal é que não seja. Eu nunca testei fazer com castanhas torradas, vai dar para preparar o leite sim, mas não sei se vai ter alguma alteração no sabor. Beijos

      Excluir
  5. Parabéns, grandes verdades com muito bom humor. Também encaro da mesma forma: uma oportunidade pra cair na real... pra se alimentar com consciência.... abraço!

    ResponderExcluir
  6. Uma grande verdade: a alergia é uma oportunidade pra cair na real e se alimentar com consciência... parabéns! Abraço!

    ResponderExcluir
  7. "Você odeia rotina? O seu organismo também! "
    Muito bom o post Monalisa e esta frase é poderosa! Eu, pelo menos, estava precisando ouvir isso, valeu. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Testei hoje o leite e a ricota com castanhas do pará. Confesso que ainda acho os leites (já fiz também de amêndoas) um pouco "aguados" para tomar puro, mas é muito útil para fazer vitaminas ou até com chocolate, como você disse, acho gostoso. Agora essa ricota eu ainda não tinha feito e gente...que delícia!! Bem temperadinha, uhmmmm. Agora vou é ter que dar conta de tomar um montão de leite só para aproveitar as "sobras" para fazer a ricota!

    Obrigada Monalisa! Abraço.

    Beatriz

    ResponderExcluir
  9. Monalisa,

    meu queijo simplesmente não endurece. Não sei o que to fazendo de errado com o agar agar...

    eu fiz tal como a Claudia indica, dissolvendo em água morna e colocando junto com tudo no liquidificador. Não funciona.

    Hoje, pra não jogar fora, coloquei polvilho e cozinhei, o que descaracterizou o sabor do queijo. =(

    Ademais, o post foi ótimo. Acho que a relação com o corpo muda frente a essas necessidades. Pra mim, foi o começo de vida nova descobrir a intolerância!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Madelaine! Eu ainda não tentei fazer a receita que utiliza agar agar, que pena que a sua não deu certo! Vou tentar fazer e comento aqui o que saiu, ok?
      Eu estou na fase de só fazer a "ricota", que é mais rápida e prática, mas quero muito fazer essa outra receita. Não vamos desistir! rs Beijos!

      Excluir
  10. Ola querida.. Sou nova aqui. Passei a frequentar este site quando decobrimos meu marido e eu que nosso bebê de 1 aninho e dez meses é autista. Portanto descobri tbem que nao faz bem "lactose e gluten" foi horrivel pra mim, pois estou me formando para chef de cozinha, e agora ta tudo bagunçado, pois num sei nem o que dar a ele. para o lanchinho da escolinha ele num come quase nada. Gostaria e ficariam muitissima feliz e meu pequenino tambem, se você querida me indicasse alguns cursos de pão, massas, comida no geral para fazer e quem sabe ajudar muitas pessoas leigas no asunto assim como você ajuda. É um pedido duma mãe desesperada.. Atenciosamente
    Daniela
    mesquita-ferreira@uol.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Daniela, vou te mandar um e-mail para conversarmos melhor. Mas muito provavelmente, só conseguirei te dar um retorno no final de semana, você me aguarda? Não esquecerei de você. Um beijão!

      Excluir
  11. Olá! Procurando uma dieta sem ovos, leites e cia achei seu site.

    Eu devo ter uma certa intolerância a lactose (porém nunca fiz um exame) porque sempre sinto azia, um certo enjoo quando bebo leite. Então não tomo.

    Esta receita de leite de amêndoas é o melhor leite vegetal que já provei até hoje. Mas eu a faço um pouco diferente, seguindo dicas, eu uso só 500ml de água para bater as amêndoas e depois misturo 1/2 porção do leite de amêndoas com 1/2 porção de água de coco. Fica divino!

    Esta mistura com água de coco eu tive de uma pessoa que testou várias receitas e foi adaptando para a bebê que o receberia.

    Parabéns pelo site!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pâmela! Realmente fica uma delícia com água de coco, eu provei há pouco tempo e me apaixonei! <3 Obrigada pela sua dica! Super beijo!

      Excluir
  12. perfeito! minha filha tem alergia a leite de vaca e a TUDO DE SOJA! fico doida como a soja está embutida em tudo industrializado, como um veneno silencioso. Obrigada pelas receitas, vou fazer agora!

    ResponderExcluir
  13. perfeito! minha filha tem alergia a leite de vaca e a TUDO DE SOJA! fico doida como a soja está embutida em tudo industrializado, como um veneno silencioso. Obrigada pelas receitas, vou fazer agora!

    ResponderExcluir
  14. Estou AMANDOOOOOOOOO esse blog!!!
    Acabei de descobri-lo e adorei o jeito que vc escreve, as dicas e tudo mais.. parabéns!!!
    Estou aqui pq sou vegetariana e estou começando a tirar o leite da dieta, por opção mesmo, e não tenho talento nenhum na cozinha e também não conheço muitas marcas de produtos que não usam leite em determinados alimentos e esse blog vai me ajudar muito, nossa super legal tuas dicas..
    Mas quando eu acompanho um blog gosto de ler desde a primeira postagem, será que pode me mandar o link??

    Super parabéns, beijooooss..
    Alexandra Martins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alexandra! Seja bem-vinda!
      Espero que o blog te ajude bastante!
      A primeira postagem do blog foi essa aqui: http://www.diariosemlactose.com/2010/10/o-comeco-de-tudo.html Está com data do dia 10 de outubro, mas o blog só foi aberto publicamente no dia 18/10/2010, então considero o aniversário dele dia 18. :)
      Beijos e precisando de alguma coisa é só mandar mensagem!

      Excluir
  15. Parabéns, você é muito criativa. Amei seu blog.

    ResponderExcluir
  16. Oi! Estou adorando tuas dicas!
    Poderia me dizer quanto tempo a ricota dura na geladeira?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  17. Monalisa,

    Parabéns pelas dicas práticas que descomplicam a vida de quem precisa cuidar da dieta sem glúten, lactose, soja e etc.
    Provavelmente no futuro teremos fornecedores dessa comida "caseira" a preço mais acessível, assim que a massa perceber o quanto se ganha em saúde aderindo... Obrigada, que Deus a abençõe, beijos, Roselyda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Roselyda! Muito obrigada! Também torço para que isso aconteça futuramente.
      Grande beijo para você! :)

      Excluir
  18. Bom dia Monalisa,

    Adorei a receita! Só fiquei com medo de uma coisa...será que este leite não fica muito calórico?

    bjinhoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thaís! Caso você tenha alguma restrição com as calorias, o ideal é consumí-lo 1 vez ao dia e variar com outros tipos de leite, assim é possível ter um equilíbrio. :) Beijos

      Excluir
  19. O leite de amêndoas é o melhor de todos (já fiz de aveia, de linhaça, de amendoim, e já comprei o de arroz)!!!! E a ricota de amêndoas ficou maravilhosa. Sem brincadeira, achei mais gostosa que a própria ricota de leite! Estou muito feliz por ter encontrado um ótimo complemento para os meus sanduiches que praticamente costuma ser minha janta. Vocês me ajudaram muiiiiitooo! Agora vou vasculhar mais ainda este local! Estão de muitíssimo parabéns!

    ResponderExcluir
  20. O leite de amêndoas é o melhor de todos!!!! E a ricota de amêndoas ficou maravilhosa. Sem brincadeira, achei mais gostosa que a própria ricota de leite! Estou muito feliz por ter encontrado um ótimo complemento para os meus sanduiches que praticamente costuma ser minha janta. Vocês me ajudaram muiiiiitooo! Agora vou vasculhar mais ainda este local! Estão de muitíssimo parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fabiane! Fiquei muito feliz de receber o seu retorno! Que bom que você gostou! Espero que mais e mais receitas continuem te agradando! Beijão

      Excluir
  21. Olá estou me adaptando a restrição alimentar do meu marido: sem ovos, sem lactose,sem açúcar e sem glúten. Tenho certeza que encontrarei opções saudáveis. testarei o leite de amêndoas.Ainda procuro alternativas para pães...Obrigada pelas dicas é muito bom poder contar com contribuições como as do seu blog.Beijos

    ResponderExcluir
  22. Sabe se dá para fazer creme de leite a partir desse leite de amendoas?

    ResponderExcluir