Slider

terça-feira, 13 de abril de 2021

Bolinho de Caneca super fácil




Fiz esse bolinho de caneca e ficou tão gostosinho que vim compartilhar com vocês. ⁣É aquela receita típica de uma porção só para matar a fome ou vontade em caso de urgência. Preparei com aquelas canecas maiores para tomar sopa, sabe? Assim não corre o risco de transbordar, rs. ⁣
Quem fizer me conta se gostou! :)


Bolinho de Caneca de Cacau⁣ sem lactose, sem leite

🌸1 ovo⁣
🌸4 c. sopa de farelo de aveia⁣
🌸1 c. sopa de cacau em pó⁣
🌸2 c. sobremesa de açúcar demerara (ou outro adoçante de sua preferência)⁣
🌸2 c. sopa de leite vegetal (usei de amêndoas)⁣
🌸1 c. sopa de azeite de oliva (pode usar outro óleo se preferir)⁣
🌸1 c. café rasa de fermento em pó⁣
🌸Coloquei um quadradinho de chocolate picado na massa também (opcional)⁣
🌸Cobertura: usei chocolate granulado e coco ralado, uma calda de chocolate também cairia bem (veja uma receita de calda aqui 😉)⁣

Misture todos os ingredientes em uma caneca (usei uma grande de tomar sopa). Coloque no micro-ondas por 1 minuto e meio (esse tempo pode variar, então fica de olho e caso não for tempo suficiente é só colocar uns segundos a mais). É só desenformar no prato, colocar cobertura se quiser e comer quentinho.⁣

Beijos,⁣
Mona⁣


Me acompanhe no instagram: @diariosemlactose

sexta-feira, 9 de abril de 2021

A nova versão do Diário

 




Olá, Queridas e Queridos!

Hoje vim conversar com vocês sobre a nova versão do Diário!

Durante mais de 10 anos o blog foi um espaço onde compartilhei receitas, dicas e também algumas dores. Vou continuar fazendo isso, porém o meu objetivo é ir além. A nutrição, em seu sentido mais amplo, vai muito além da alimentação. Aprendi isso na prática, depois de sofrer muito. Não adianta separar o corpo da mente, nem a mente da alma, tudo está integrado. Se temos a possibilidade de potencializar nosso bem-estar unindo tudo, porque não?

Então quero ter um relacionamento mais próximo com vocês. Quero compartilhar sobre outros assuntos que podem agir na raiz da questão. Pode ter certeza que a intolerância ou qualquer outro sintoma, grande ou pequeno, não surgiu na sua vida sem propósito. 

Por isso, a partir de agora o blog continuará sendo nosso diário de receitas, vou continuar publicando as receitas aqui. Porém os outros assuntos serão conversados apenas no Instagram (como esses das fotos acima que já foram publicados). Lá eu consigo fazer stories para falar com vocês, fazer enquetes, conversamos muito mais facilmente através dos comentários e das mensagens privadas. Consigo estar bem mais presente e mais perto de vocês. Por isso, se você ainda não me acompanha por lá me siga agora mesmo! Meu perfil é o @diariosemlactose.

E para você que não me conhece e chegou agora, eu sou a Mona, taurina, filha do Pedro e da Izilda, intolerante à lactose desde 2009, terapeuta, psicoembrióloga e nutricionista. Até um tempo atrás estava dividida entre 2 trabalhos, 2 perfis nas redes sociais e não conseguia estar presente da forma como gostaria. Então veio a pandemia, mudei de cidade e vim morar sozinha em Caraguatatuba, litoral norte de SP.

A intolerância na minha vida foi um empurrão para que finalmente eu tivesse mais consciência de mim mesma. Quantas travas já saíram desde o início desse processo, quantas curas! Nada foi por acaso, iniciei com a Nutrição e depois despertei um outro lado, a princípio junto à visão holística e energética. Mergulhei fundo nesse processo até que surgiu a Psicoembriologia e a Ciência do início da vida que me ensinou a coisa mais linda do Universo: a possibilidade de atuar na formação dos bebês ainda dentro da barriga da mãe (vamos ter a oportunidade de falar sobre isso por lá no Instagram). Também despertei para a visão sistêmica e a importância de honrar e incluir a minha ancestralidade. Atualmente faço formação em Psicanálise, e a caminhada está só começando!

Hoje trabalho online ajudando pessoas a conquistarem sua liberdade alimentar e qualidade de vida através do fortalecimento emocional. Você pode ser feliz e ter saúde independentemente da condição que está passando. Quando adquirimos musculatura emocional nos tornamos mais fortes, resilientes, adaptáveis e levamos a vida com muito mais leveza! Se você quiser saber mais sobre isso acesse meu site.

Sejam muito bem-vindos!

Grande beijo,

Mona

Dê uma chance para o tahine :)

 


Tahine é uma pasta de gergelim muito utilizada na culinária árabe. Sabe homus (pasta de grão de bico)? Um dos ingredientes do homus é o tahine!
⁣Amo comer de manhã no pão/crepioca e quando quero dar aquela sustança faço 2 ovos mexidos e coloco 1 c. de sopa de tahine, misturo tudo e fica uma delícia!⁣ Tb dá para usar em molho de saladas e em receitas.⁣
Mas porque é tão interessante utilizá-lo? Porque gergelim é rico em cálcio e quando consumido como pasta ao invés de semente conseguimos comer uma quantidade maior, ou seja, mais nutrientes! ⁣
Além disso contém gorduras boas, então se vc ainda está preso ao uso de manteiga/margarina, dê uma chance para ele! ⁣⁣

Talvez se você provar puro assim de primeira vai estranhar porque tem um sabor forte e bem característico, então você pode usar essa receitinha aqui que dá uma acidez maravilhosa!

⁣🔹Dá para comprar o tahine pronto (tem uma marca que vem em uma lata e foi essa que usei na foto, ele é mais grosso por ser integral e não é dos meus preferidos. Tem outra marca chamada Sésamo Real que faz o tahine com o gergelim descascado e também com o germinado que é maravilhoso). ⁣⁣
⁣🔹Ou você pode fazer em casa: compre gergelim descascado, forno até ficar levemente dourado e depois bata no processador até ficar uma pasta lisa. Tem que ter paciência pra bater, mas dá certo e sai mais barato.⁣⁣
⁣🔹Se vc curte um sabor doce, pode passar no pão/tapioca/panqueca e pingar gotinhas de mel ou melado de cana em cima, fica tão gostoso! 


Pastinha mais simples do mundo:

🔹1 xíc. de tahine⁣⁣
🔹Suco de meio limão grande (ou a gosto)⁣⁣
🔹Pitada de sal⁣⁣
🔹Água até dar o ponto desejado⁣⁣
Misture o tahine com o limão. Vai ficar uma pasta bem grossa! Então coloque o sal e acrescente a água em colheradas aos poucos até ficar na consistência desejada. Guarde na geladeira.⁣⁣
⁣⁣
É tão gostoso acordar, comer uma coisa gostosa sabendo que faz bem pra gente! Só de pensar que no início da IL eu usava creme vegetal p/ tudo pq pensava que era a substituição mais lógica para a manteiga...
Não façam isso, variem as opções, se quiser comer tudo bem, mas não precisa ser todos os dias, né? ⁣

Grande beijo,
Mona⁣


quinta-feira, 22 de outubro de 2020

O que mudou depois de mais de 10 anos de intolerância à lactose?⁣

 


Esse mês o blog completou 10 anos e eu fiz 11 anos de intolerância à lactose
No início foi muito importante pra mim aprender e fazer tudo o que eu gostava de comer em casa na versão sem lactose. Era uma raridade encontrar opções fora, então não tinha outro jeito. Cada receita que eu fazia me dava a sensação de voltar ao “normal”, me tirava da restrição. Tudo girava em torno do sem lactose, meu foco ficou na alimentação, o que foi muito bom. ⁣
Com o tempo isso foi mudando, me formei, voltei a trabalhar, minhas preocupações passaram a ser outras e isso foi refletindo aqui no blog. Eu não faço tanta receita (principalmente doce) como antes. Aquela fome/vontade louca por doce passou e foi substituída apenas pelo desejo e vontade de me alimentar bem e comer comida de verdade. ⁣

Me alimentar bem é diferente de me alimentar "apenas" com opções sem lactose. Industrializados continuam sendo industrializados, contendo leite ou não. Sem lactose não é sinônimo de qualidade, fora a quantidade de dinheiro que se gasta para muitas vezes não compensar na qualidade. Então tudo isso, misturado a um pouco de preguiça (já que o tempo ficou mais curto e nas horas vagas cozinhar não era a minha prioridade), me levou a diminuir a busca por receitas diferentes e novidades e simplesmente focar em me alimentar de verdade.
Claro que quando vejo uma novidade ou um produto sem lactose no mercado muitas vezes bate a vontade de comprar, mas fiquei mais seletiva.⁣
O que resume isso é essa foto de um dos meus cafés da manhã. Amo tanto comer mandioca com azeite e sal, um ovinho mexido, café sem açúcar, isso pra mim é felicidade!⁣
Comida simples, de verdade. ⁣
Tenho surto de doces e porcarias de vez em quando? Com a mais absoluta certeza, claro!⁣
Os posts foram diminuindo aqui porque parei de cozinhar coisas diferentes e me voltei mais para o mais simples e achei que isso não seria interessante para ninguém. ⁣
Porém uns dias atrás fiz uma enquete nos stories no Instagram perguntando se as pessoas que me acompanham lá gostariam de aprender a fazer o trivial e me surpreendi quando a maioria votou sim! ⁣

Então tomei uma decisão: vou voltar a ativa e compartilhar com vocês minha rotina atual, do dia a dia. Afinal, nem só de receita doce e complicada se vive um intolerante, né?⁣
Muitos nem sabem fazer arroz, assim como eu não sabia. Então bora aprender?⁣

Sempre que possível vou fazer posts aqui também, mas o dia a dia e principalmente os stories serão postados apenas no Instagram. Então se você tem interesse no assunto, me acompanha por lá também! Meu perfil no Instagram é o @diariosemlactose.

E vocês, como estão na trajetória sem lactose? Me conta aqui nos comentários quanto tempo de IL você tem  como anda sua relação com a alimentação. <3

Grande beijo com carinho,

Monalihsa Cávallaro

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Brigadeiro vegano de.... você vai se surpreender!


A pessoa aqui some, mas quando aparece pelo menos traz uma receita fenomenal, inesperada, surpreendente! Muitas saudades de vocês e de me dedicar ao blog como antes. Estou em uma fase de muita dedicação em outras áreas da vida, mas espero de coração um dia voltar a ter a interação que tínhamos antes. <3

Para quem não sabe, além de terapeuta sou também Nutricionista e trabalho em uma empresa que atende refeições corporativas para diretoria de alguns bancos em SP há mais de 5 anos. Quando comecei a estudar Nutrição pensei que seguiria carreira na área clínica, porém a área de qualidade e segurança dos alimentos me pegou. É uma área que exige muita disciplina, organização e principalmente, cobrança (de mim e dos outros). É estressante? Muito (demais, totalmente, rs). Mas é uma coisa que não dá para explicar, é MUITO bom. Só tendo vocação mesmo pra escolher esse trabalho de doido, rs.

Nas nossas cozinhas tenho a sorte de me relacionar com pessoas maravilhosas! Esse povo lindo de cozinha (quando tem vocação mesmo e gosta – vale ressaltar rs) é puro amor. Tem diferença sim comer o mesmo prato preparado por duas pessoas diferentes, e não é só por causa do tempero não, a receita pode ser a mesma, mas a “mão” da pessoa e a energia dão sabores diferentes. Eu já pude comprovar isso diversas vezes.

Tenho sorte de conseguir provar muita coisa, o pessoal muitas vezes se compadece e já faz a receita sem lactose para que eu possa comer. Já me perguntaram se não é muito sofrido trabalhar em restaurantes, ver tantos pratos maravilhosos e não poder provar. Te falo que depois de mais de 10 anos de IL eu já estou acostumada de verdade. Eu vejo, sinto o cheiro e é claro que vem na memória o sabor do prato, mas nunca me atrevi a comer e correr o risco de passar mal, sempre tive muito medo.

E a área que eu mais comemoro de poder comer é a confeitaria. Como é mais difícil ter opção sem lactose, então quando tem minha vontade é fazer festa e soltar um rojão, kkk.
Por sorte, nosso confeiteiro Jaime Correa, que além de ter um talento para artes e pintura, tem uma bagagem em confeitaria sem lactose e se empenha muito na elaboração de receitas diferentes, muitas vezes sem lácteos e sem glúten.  Eu sou a maior apoiadora, por mim só teria sobremesa sem lactose, mas quem manda é o cliente, fazer o quê. Rs  

Dia desses ele me mandou mensagem dizendo que tinha feito um brigadeiro e que eu jamais adivinharia o tipo de leite que ele utilizou. E ele estava certíssimo, nunca teria pensado nessa possibilidade.

Quando eu comi, senti uma textura de brigadeiro tradicional, sabor acentuado de cacau do jeito que eu gosto, e não tinha nenhum resquício de outro sabor como no caso do brigadeiro de leite de coco. Estava totalmente neutro, só conseguia sentir o cacau e o docinho do açúcar. Não tinha como adivinhar, estava divino e espetacular.

Qual foi a minha surpresa quando ele me contou que o leite em questão era de semente de melão?! Gente, fala sério, né? E dá para enrolar sem usar chocolate em barra, apenas cacau.
Eu amei, fiz questão de colocar no blog e espalhar isso para o mundo!
Além de gostoso é sustentável, se eu soubesse nunca teria jogado fora as sementes de todos os melões que eu já comi, kkkk.

Façam e voltem aqui para agradecer ao Jaime que gentilmente me cedeu a receita para postar para vocês. Sigam ele no Instagram também no perfil @missch_erry e @correajai :) 


Esse quindim que ele está segurando na foto também é sem lactose e sem brincadeira: é o melhor quindim que já comi. Mas a receita do quindim vem no próximo post porque esse já está gigante.

Equipe disciplinada ao extremo não tira a máscara nem na hora da foto para o blog!


Leite de sementes de melão
Fonte: receita cedida pelo super confeiteiro Jaime Correa

- 2 xícaras de semente de melão
- 2 ½ xícara de água

Separar as sementes do resíduo de melão, hidratar em água morna, quando esfriar deixe pernoitar na geladeira.
Depois escorra a água e bata no liquidificador com 2 xícaras e meia de  água por uns 5 minutos
Coe no saco de voal ou pano limpo.


Brigadeiro vegano
Fonte: receita cedida pelo super confeiteiro Jaime Correa

- 500ml de leite da sementes do melão
- 300g de açúcar demerara
- 100g de cacau em pó 100% (de preferência Callebaut!)
- 30g de óleo de coco

Misture tudo e leve ao fogo baixo, por aproximadamente 20 minutos (ele terá uma textura de calda grossa, vai dar o ponto depois de esfriar).
Boleie no tamanho que preferir e passe no cacau em pó ou nas raspas de chocolate (sem leite).
Manter refrigerado!


Grande beijo!


domingo, 26 de abril de 2020

Snack saudável de semente de abóbora


Uma dica para comer nos lanches intermediários!
Sei que muita gente está descontando a ansiedade na comida e se entregando ao pão, bolos, etc muitas vezes por não ter ideia do que comer de diferente. E também sei que só comer uma fruta muitas vezes não é o suficiente.
Então a dica é comer sementes de abóbora tostadinhas, crocantes e temperadas junto com uma porção de fruta. Gente, é muito gostoso! E dá saciedade por causa das fibras da casquinha.
Comprei semente de abóbora crua e sem sal em uma loja virtual de produtos a granel. Não gosto de comprar a que já vem salgada, acho muito sal para o meu gosto.
Abaixo coloquei as quantidades, porém faço uma observação: bebam água, principalmente você que tem dificuldade de ir ao banheiro. É muita fibra e ficar comendo isso sem se hidratar é um tiro no pé!

Snack gostosinho de semente de abóbora assada sem glúten e sem leite
500g de semente de crua e sem sal
3 c. (sopa) de azeite de oliva
Sal e pimenta do reino a gosto (pode usar outros temperos, se quiser)
Misture tudo muito bem e coloque para assar em forno médio preaquecido (180 graus) até dourar. Mexa a cada 5 minutos para dourar por igual.

Outra opção de snack bem gostoso que tenho aqui no blog é o petisco de grão de bico (foto abaixo), para conferir clique aqui
 

Beijos e ótimo domingo!
Monalisa

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Bolo de limão sem leite


Deu vontade de comer um bolo bem azedinho! 
Eu adorei essa massa, achei leve e fofinha. Recomendo guardar como massa base e mudar o sabor: usar laranja, maracujá... sempre colocando uma calda quente assim que o bolo sair do forno para ficar ainda mais gostoso!

Quem quiser pode fazer no formato de muffins e congelar. É uma ótima maneira de ter um bolinho sempre a mão. Para descongelar, é só colocar direto no forno médio preaquecido até regenerar totalmente. 


Bolo de limão sem leite sem lactose

Ingredientes:
4 ovos
3/4 xíc. (chá) de açúcar demerara
1/2 xíc. (chá) de óleo
2 xíc. (chá) de farinha de trigo
1 pitada de sal
Raspas de 1 limão grande
1/2 xíc. de sumo de limão com leite de coco (esprema 1 limão grande em meia xícara medidora e complete com leite de coco)
1 c. (sopa) de fermento químico em pó
Modo de preparo:
Bata com um fouet (ou na batedeira de mão, se preferir) os ovos e o açúcar até ficar com espumas. Acrescente o óleo e bata até incorporar. Coloque a farinha, a pitada de sal e as raspas de limão, misture até ficar homogêneo. Acrescente o sumo de limão com leite de coco, mexa bem e por último, coloque o fermento.
Unte com óleo uma forma com furo no centro (polvilhei um pouquinho de açúcar no fundo da forma também). Despeje a massa e asse por aprox. 35 min no forno médio preaquecido (180 graus). Faça o teste do palito.
Calda: Fiz uma calda com sumo de 1 limão, 1/2 xíc. de água e 3 colheres de sobremesa de açúcar. Deixei reduzir pela metade e joguei no bolo quente assim que desenformei.

Quem fizer me conta!
Beijos,

Monalisa


sexta-feira, 10 de abril de 2020

Bolo de Coco fácil e sem leite


Primeiramente: que saudadeee! Sério, vocês nem imaginam! :)
Segundamente: como vocês estão? Todos sobrevivendo a quarentena? Espero que esteja tudo sob controle! Já fiquei sabendo que alguns estão aproveitando pra comer tudo o que não pode. Quem faz parte desse grupo comenta aqui pra gente conversar.

Por aqui está tudo bem, estou aproveitando ao máximo para colocar ordem na casa e nas ideias. O próximo passo é voltar pra esse lado que me nutre, me preenche, me deixa feliz: cozinhar, postar no blog e nas redes, voltar a ficar mais perto de vocês! 
Minha mãe pegou a receita desse bolo na internet para ela fazer e desistiu no meu do caminho, então sobrou pra mim!

É aquele velho conhecido bolo de água, sabe? Comemos com café, eu comi quase metade para variar e assim seguimos a vida.

Bolo de água com coco
#semleite #semlactose

Massa:

- 3 ovos
- 3/4 xíc. de açúcar demerara
- 1 xíc. de água
- 2 xíc. (chá) + 1/4 xíc. de farinha de trigo
- 1/4 xíc. (chá) de coco ralado sem açúcar
- 2 colheres (sopa) de óleo
- 1 colher (sopa) de fermento químico em pó

Cobertura:
- 1 xíc. e meia (chá) de leite de coco
- 3 colheres (sopa) de açúcar demerara
- 3 colheres (sopa) de coco ralado sem açúcar

Bata com um fouet os ovos, a água e o açúcar. Acrescente os demais ingredientes aos poucos, mexendo sempre (deixe para colocar o fermento por último). Coloque a massa em uma forma redonda com furo no meio untada com óleo e asse em forno médio preaquecido por aprox. 35 minutos (faça o teste do palito, o tempo pode variar).

Para a calda, leve todos os ingredientes no fogo até formar uma calda espessa e despeje em cima do bolo ainda quente.

Espero que gostem! 
Se fizer me conta o que achou! :)

Beijos,

Monalisa

domingo, 30 de junho de 2019

Pudim de quentão


Se tem uma receita nesse blog que foi usufruída, reinventada e compartilhada foi a desse pudim

Agradeço muito por ter sido apresentada a ela pela Carol e sua mãe Maria Tereza. Meninas, vocês contribuíram para a felicidade de milhares de intolerantes e alérgicos carentes de pudim, obrigada!
E hoje trago mais uma versão para colocar na lista: pudim de quentão! No meu caso, quentão sem álcool mesmo, mas se vocês quiserem é só acrescentar a bebida na calda. ⠀


Pudim de quentão

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten e soja. Contém ovo.

Obs. Fiz meia receita, por isso ficou baixinho. A quantidade abaixo é para uma receita inteira.

Pudim:
6 ovos
400 ml de leite de coco
Especiarias: usei 1 rodela equivalente a uma moeda de um real de gengibre, 1 canela em pau, 6 cravos da índia (coloquem as especiarias que quiserem na quantidade que desejarem, lembrando que o gengibre acaba predominando, então não coloque demais)
3/4 xíc. (chá) de açúcar demerara
1 pitada de sal

Calda:
1 xíc. (chá) de açúcar demerara
Especiarias: 1 pedaço de gengibre, 1 c. chá de canela em pó, 8 cravos da índia.
1/4 xíc. (chá) de água

Decoração: usei raspas de casca de laranja, pedaços de laranja e canela em pau.

Peneire todas as gemas. Ferva o leite de coco com as especiarias, tampe e deixe esfriar. Após frio retire as especiarias e bata no liquidificador com os ovos, o açúcar e o sal.
Prepare a calda: coloque o açúcar e as especiarias para derreter na forma em fogo baixo, quando dissolver o açúcar acrescente a água e mexa até dissolver, retire o gengibre e os cravos com cuidado.
Despeje o pudim sobre a calda e asse em banho-maria por 1 hora em forno médio preaquecido 180 graus, não precisa cobrir. Deixe na geladeira por no mínimo 2 horas antes de desenformar.
Quem já fez o pudim da Carol levanta a mão nos comentários 🙋🏻‍♀️ e me conta qual versão fez! Para quem não sabe tem pudim tradicionalde chocolatede milhode pãode tapioca com coco... e a lista só cresce! 

Uma semana maravilhosa para vocês! 
Com amor,
Monalisa

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Arroz doce caramelizado



Sabe aqueles dias que dá vontade de comer alguma coisa doce bem gostosa e quentinha? E doce na real, com açúcar mesmo! As vezes dá vontade sim e não é o fim do mundo, não é mesmo? 

Hoje definitivamente foi um dia desses, e quando me deparei com uma receita de arroz doce caramelizado no YouTube não tive dúvidas: fiz na versão sem leite e amei! 

Uma opção diferente para os quitutes de festa junina esse ano, já salva e coloca na lista! :)



Arroz doce caramelizado 
Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten, ovos e soja.

Fonte: adaptei da receita da Tata Pereira

1 xícara (chá) de arroz
2 xícaras (chá) de água
1 canela em pau
2 garrafinhas de leite de coco (400ml)
200 ml de água
3/4 xícara (chá) de açúcar demerara (fica doce então se não for muito formiga diminua para meia xíc.)

Cozinhe o arroz com as 2 xícaras de água e a canela em pau até secar a água. Acrescente o leite de coco e os 200 ml de água, misture e deixe no fogo baixo.
Logo em seguida, coloque o açúcar demerara em outra panela em fogo baixo, quando começar a derreter nas laterais misture com uma colher e mexa até o açúcar derreter completamente.
Assim que derreter, despeje o açúcar aos poucos e com muito cuidado na panela de arroz, vai borbulhar cada vez que despejar então faça aos poucos e mexa com a colher a cada adição. O açúcar vai grudar na colher, mas não se assuste: é só mexer até derreter completamente e o arroz ficar com uma cor linda de caramelo. Pronto!

Agora é só servir com canela em pó a vontade! 
Grande beijo e ótima semana!

Monalisa