sábado, 6 de fevereiro de 2016

Hommus e Patê de Feijão Branco


Olá, queridos!

O feijão branco é um grão bem versátil para preparar patês e cremes gostosos. Seu sabor é discreto, é possível saborizar de diversas formas e fica bem cremoso. 
É uma boa opção para quem quer variar os cremes feitos com oleaginosas e o famoso hommus de grão de bico. 
No final da receita coloquei uma lista de sugestões para servir. As vezes preparamos receitas do tipo e ficamos focados apenas em servir com torradinhas ou com pão, o que acaba enjoando, mas seu uso pode ser bem diversificado.
Lembrando que as duas opções que sugiro podem ser variadas de acordo com o que você tiver em casa, então use a criatividade. :)


Preparando o feijão:

Deixei 1 xícara de chá de feijão branco cru em remolho na água por 24 horas.
Descartei a água de remolho e cozinhei com água e pouco sal até ficar molinho (panela comum, não utilizo panela de pressão. Como o grão está bem hidratado não demora muito, gosto de deixar no fogo baixo e espero o feijão cozinhar no tempo que ele precisar, sem pressa. Enquanto isso, vou fazer outras coisas. Se formar uma espuma branca em cima durante o cozimento tire com uma escumadeira). Não descarte toda a água do cozimento, talvez seja preciso usar na hora de preparar as receitas.
Obtive 2 1/2 xícaras de feijão cozido, dividi em duas partes e fiz as receitas abaixo:

Hommus de Feijão Branco e Manjericão

Ingredientes:
1 1/4 xícara de chá de feijão branco cozido
1 colher de sobremesa de tahine
2 castanhas do Brasil picadas
Somente as folhas de 1/2 maço de manjericão
Azeite de oliva, sal e pimenta preta a gosto

Modo de preparo:
Bata no processador ou liquidificador o feijão, o tahine, as castanhas e as folhas de manjericão.  Se ficar muito espesso, coloque um pouco da água do cozimento do feijão para ajudar a bater. Despeje azeite a gosto e tempere conforme sua preferência.

Patê de Feijão Branco com Cenoura Assada e Gengibre

Ingredientes:
1 1/4 xícara de chá de feijão branco cozido
2 cenouras pequenas cortadas em tiras
1 colher (chá) de gengibre em pó
Azeite de oliva, sal e pimenta preta a gosto

Modo de preparo:
Distribua as cenouras em uma assadeira. Despeje um pouco de azeite, sal e pimenta, leve para assar em forno médio preaquecido (180 graus) até as cenouras ficarem douradas.
Em um processador ou liquidificador bata o feijão, as cenouras assadas e o gengibre em pó. Utilize um pouco do caldo do cozimento do feijão para ajudar a bater e ajudar na cremosidade. Coloque 2 colheres de sopa de azeite (ou a gosto) e sal e pimenta na quantidade desejada.

Sugestões para servir:
- Recheio de tapioca;
- Corte em tiras: cenoura, funcho de erva doce (esse aqui), salsão, palmito e sirva como acompanhamento do hommus e patê;
- Recheie folhas de endívia com o patê e sirva por cima um vinagrete bem refrescante com folhinhas de hortelã picadas;
- O mesmo acima pode ser feito com barcas de abobrinha: abra a abobrinha no meio no sentido do comprimento e retire as sementes. Leve para assar com um pouco de sal e azeite até ficar levemente amolecida, ainda tenra. Recheio e sirva com o patê e o vinagrete. Raspinhas de limão siciliano por cima também fica muito bom quando fazemos com o hommus de feijão branco e manjericão. 


Bom carnaval para quem vai pular muito e bom carnaval para quem vai relaxar e descansar!

Quem está no clima do descanso e relaxamento recomendo que conheçam o belo casal Markus e Angelika do Mirabai Ceiba. Tenho os dois como um retrato da união do amor e energia curativa. São músicas e mantras com sons muito curativos, é possível sentir toda essa vibração em cada música. Ouçam com o coração. <3 


Músicas recomendadas (todas estão no youtube ou no site oficial - link acima):
- Ong Namo;
- Ajai Alai;
- Oshun;
- Ra Ma Da Sa;
- Amanecer.

Gratidão,

Monalisa Cavallaro

domingo, 17 de janeiro de 2016

Cupcake Formigueiro


Olá, queridos!

Fiquei de voltar com a receita do cupcake do post anterior e aqui estou. Para quem deseja uma versão sem glúten, deixei uma sugestão no final da receita.

Fiz esses cupcakes para o aniversário da minha colega de trabalho, a Izabela. Cozinhar para os outros, colocar energia no alimento, preparar com cuidado, amor e capricho... tudo isso é um aprendizado. Ainda estou em fase de treinamento. 
As vezes nem percebemos como é difícil doar e receber amor de verdade... Os motivos podem ser os mais variados, na maioria das vezes não nos sentimos de fato merecedores e nem se quer sabemos o porquê. Traumas ou crenças que foram passadas de geração para geração podem contribuir para isso.

Seja qual for o motivo, o importante é mudar essa frequência e começar com pequenas atitudes: experimente ser gentil, prestativo, o simples fato de sorrir com amor é um grande passo. 
Amar, pelo simples fato de amar, sem esperar nada em troca. :)



Cupcake Formigueiro
Fonte: receita ligeiramente adaptada do livro "Viva sem alergia" de Alice Sherwood.

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem lactose, ovos e soja. Contém glúten*.

Ingredientes:
170g de farinha de trigo
1 pitada de sal
140g de açúcar demerara
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 colheres (sopa) de óleo
1 colher (sopa) de vinagre de vinho branco
240 ml de água
1 colher (sopa) de fermento químico
50g de chocolate granulado sem lactose (verifique os ingredientes no rótulo)

Modo de preparo:
Misture a farinha de trigo, o sal e o açúcar demerara. A parte, misture os ingredientes líquidos: o extrato de baunilha, o óleo, o vinagre e a água. Despeje na mistura de farinhas e mexa até ficar homogêneo. Acrescente o chocolate granulado e por último o fermento químico. Distribua em mini forminhas ou em formas tradicionais de cupcakes. Leve ao forno médio preaquecido (180 graus), faça o teste do palito para verificar se estão prontos (depois que tiverem crescido, espete um palito de dente no centro, se o palito sair seco está pronto). 

Rendimento: consegui 26 mini cupcakes.

A receita da cobertura de chocolate está no post anterior, para conferir clique aqui

*Para uma versão sem glúten, sugiro que façam essa receita aqui substituindo o mirtilo por chocolate granulado.



Música inspiração para a semana: "Ilumina minha mãe" da Marie Gabriella.
Essa música foi muito marcante no primeiro retiro que participei com a Prem Samit. Além de ser linda, tem uma letra muito significativa. Sempre que preciso de ajuda, em situações onde não sei bem o que fazer, utilizo-a como uma maneira de me reconectar. É só colocar para tocar, fechar os olhos e silenciar.


Algumas leitoras me escreveram perguntando sobre os retiros e eu ainda não consegui responder individualmente, então aqui está para todas:
Os retiros fiz em Extrema (MG) pertinho de SP com a Prem Samit no Recanto Lakshmi. Fiz o Yoniversum e o Yoniversum Avançado. Recomendo muito o trabalho da Samit, é de uma simplicidade e amorosidade únicos. Para quem quiser conhecer, acesse a página no Facebook Prem Samit Awakening Center. A agenda de 2016 pode ser conferida também na página: Nowmastê, a Samit levará os workshops esse ano para Goiás, Curitiba e Fortaleza.

Que sua semana seja repleta de amor, generosidade e consciência!

Gratidão

Monalisa Cavallaro

domingo, 10 de janeiro de 2016

Cobertura de chocolate para cupcakes e bolos


Olá, queridos!

Primeiro post de 2016! Desejo muito amor, saúde e prosperidade, que cada um consiga aproveitar as oportunidades que são concedidas diariamente, que os pequenos detalhes façam a diferença na vida de vocês! :)
Esse ano estarei de volta ao blog, com os cursos e quem sabe, mais pra frente algumas mudanças poderão ocorrer.

Estive muito ausente do blog ano passado. 2015 foi o ano onde senti a necessidade de desacelerar e observar. Refletir. Pensar na vida.
Correr para quê? Correr para chegar aonde? Coincidência ou não, foi o ano da chegada dos 30, digamos que entrei em um processo de análise da vida. Tudo o que eu queria ontem hoje já não fazia mais sentido. Muito louco isso, né? Nossa, muita informação para processar.

Essa confusão de ideias fez com que eu sentisse vontade de me aprofundar espiritualmente. E através de encontros, indicações e surpresas da vida acordei no meio do Tantra, indo fazer retiro do Sagrado Feminino com mais 20 mulheres, compartilhando histórias, me abrindo para receber e oferecer ajuda, aprendendo a lidar com minha força (adormecida) de mulher. Foram 3 retiros no ano passado, um intensivão... cresci em 6 meses o que não tinha aprendido em 29 anos.
Conheci a meditação, a energia kundalini, Osho, o poder da gratidão... Uau, quantas possibilidades se abriram, quantas oportunidades.

Esse despertar teve um impacto substancial na minha saúde. Vamos conversar mais sobre isso daqui para frente, estou estudando para que eu possa dividir com vocês a experiência que tive da melhor maneira possível. Tenho certeza de que tudo isso aconteceu por um propósito.   

Desde que descobri a intolerância à lactose muitas coisas boas aconteceram e que certamente não teriam ocorrido caso não tivesse a intolerância. Primeiro, aprendi a me alimentar melhor, criei o blog e através dele fui um canal para ajudar muitas pessoas, surgiu o interesse de me aprofundar e cursei Nutrição, mudei de profissão, enfim... foi uma mudança e tanto. Com certeza eu tinha a necessidade de passar por isso, aprender, doar, dividir.
Pois bem, aprendi a lição e sou muito grata por isso.

Agora vamos para o próximo passo, um novo ciclo se inicia. Bem vindos a nova fase!

A primeira reflexão que deixo é: 

“Você tem medo dos alimentos?”
“Uma criação divina seria capaz de fazer mal?”

Quem sentir o coração tocado e desejar fazer parte dessa nova fase continue por perto, vamos nos falando... 


Cobertura (ou Ganache) de Chocolate para cupcakes e bolos 
Fonte: ligeiramente adaptado do delicioso "Presunto Vegetariano" da querida Paula Lumi.

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, ovos, glúten e soja. 

Ingredientes:
200g de chocolate em barra meio amargo* (usei zero lactose e glúten da Cacau Show)
3/4 xícara de chá de leite de coco
3 colheres de sopa de açúcar demerara
3 colheres de chá de ágar ágar (gelatina de algas, encontrada em lojas de produtos naturais)
1 colher de café de essência de baunilha (opcional - utilizei 1 colher de sopa de conhaque)

Modo de preparo:
Derreta o chocolate no micro-ondas ou em banho maria. Reserve.
Misture com um fouet o leite de coco, açúcar demerara, ágar ágar e essência de baunilha ou conhaque. Despeje essa mistura no chocolate derretido e mexa bem.
Para preparar faremos o banho maria invertido, então encha um recipiente até a metade com água gelada e pedras de gelo. Coloque o recipiente com o chocolate dentro do recipiente com gelo (cuidado para não cair água dentro). Mexa bem e vigorosamente com o fouet até o ganache endurecer e ficar no ponto de confeitar. Mantenha na geladeira. 

O cupcake foi um bolo formigueiro, uma massa básica de baunilha acrescentada de chocolate granulado. Voltarei com a receita. ;)

*Atenção na escolha do chocolate, em caso de alergia verifique com o fabricante se há presença de traços do alérgeno.


"Toda pessoa vem a este mundo com uma destinação específica - ela tem algo a cumprir, alguma mensagem tem que ser entregue, algum trabalho tem que ser realizado. Você não está aqui por acaso - há um motivo para você estar aqui. Há um objetivo a ser alcançado. O Todo pretende fazer algo pelo seu intermédio". Osho

Ótima semana!

Gratidão

Monalisa Cavallaro

domingo, 6 de dezembro de 2015

Bolo de Milho Cremoso com Fubá e Laranja



Olá, Amores! :)

Esse bolo ficou uma delícia, é cremoso e super fácil de fazer, perfeito para os iniciantes na cozinha. Fica ótimo como acompanhamento no café da tarde, pode ser servido quente, mas fica delicioso também gelado no dia seguinte. Recomendo! 


Bolo de Milho Cremoso com Fubá e Laranja

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem glúten, leite, ovos e soja. Vegana.

1 xícara de chá de milho verde (em conserva, sem a água)
1/2 xícara de chá de leite de coco
1/2 xícara de chá de suco de laranja
1/2 xícara de chá de óleo
1 xícara de chá de fubá
1/2 xícara de chá de quinoa em flocos
1/2 xícara de chá de castanha de caju sem sal
3/4 xícara de chá de açúcar demerara
1 colher de sopa de fermento em pó
2 colheres de sopa de raspas de laranja
Raspas de laranja para decorar

Bata no liquidificador o milho, leite de coco, suco de laranja e óleo. Acrescente os demais ingredientes, deixando o fermento por último. Misture as raspas de laranja com uma colher e despeje em uma forma (utilizei uma redonda de 20 cm de diâmetro). Asse no forno médio (180 graus) preaquecido por aproximadamente 35 minutos ou até ficar dourado.


Beijos e Ótima semana!
<3

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Sorvetão de Baunilha com Calda de Chocolate



Olá, queridos!

A Itambé me enviou um kit com a linha completa da Nolac para provar e fiquei super feliz de comprovar a diferença na oferta de produtos zero lactose de cinco anos para cá! Quem diria que teríamos requeijão, leite condensado, iogurtes diversos... Que bela mudança!

Escolhi uma receita especial para usar os produtos: faz tempo que estava desejando comer um sorvetão ou torta de sorvete (como também é conhecido), ainda mais com o calorão se aproximando... E não poderia ter escolhido melhor, ele é super refrescante, facílimo de fazer e com um sabor delicioso! Não há diferença no sabor pelo fato de ser zero lactose, então vai agradar a intolerantes e não intolerantes. :) 

Para saber onde encontrar os produtos da linha na sua cidade, acesse o Mapa Nolac 
disponível no site da Itambé. Aproveite também para conhecer a variedade da linha e não deixe de provar o iogurte grego sabor maracujá (viciei) e o requeijão (me realizei)!



Sorvetão de Baunilha com Calda de Chocolate

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem lactose, sem ovos, soja e glúten. Contém leite (não deve ser consumido por alérgicos à proteína do leite de vaca).

Sorvete:
1 lata de leite condensado Itambé Nolac;
1 lata de creme de leite Itambé Nolac;
250 ml de leite semidesnatado Itambé Nolac;
2 colheres de chá de extrato de baunilha;
4 colheres de sopa de raspas de chocolate meio amargo sem lactose.

Calda:
½ de xícara de chá de água;
¼ de xícara de chá de açúcar demerara;
2 colheres de sopa de cacau em pó.

Modo de preparo:
Bata no liquidificador o leite condensado, o creme de leite, o leite semidesnatado e o extrato de baunilha por 2 minutos. Acrescente as raspas de chocolate e misture com uma colher. Despeje em uma forma com furo no meio e leve ao congelador até endurecer.

Para preparar a calda, misture todos os ingredientes em uma panela e mexa até ficar homogêneo. Leve ao fogo mexendo sempre e quando levantar fervura aguarde 5 minutos. Espere esfriar e sirva com o sorvetão.


Depois me contem se foi ou não foi aprovado!

Beijos e ótima semana a todos!



Observação: este post é um publieditorial.

domingo, 18 de outubro de 2015

Flan pâtissier (versão simplificada - sem glúten e lactose)




Meus amores,

Hoje é dia 18 de outubro, aniversário de 5 anos do blog e também niver da minha amada mãe.

5 anos, gente! É tempo pra xuxu... 
Fazendo um balanço de tudo o que se passou nesse período me resta apenas agradecer! O sentimento de gratidão é imenso, de verdade. A evolução que se passou na minha vida, em muitos sentidos, é chocante. E podem ter certeza que a contribuição de vocês nisso foi essencial, a energia positiva e o carinho que recebo mesmo nessa minha fase "sumida" é realmente tocante, muito obrigada! :) 

Vi essa receita no lindo blog da Patricia, que sigo a alguns anos, o Coco e Baunilha. É uma versão simplificada do flan pâtissier, feito sem a massa e com leite de amêndoas ao invés do leite de vaca. Como sou gamada em sobremesas cremosas não pensei duas vezes em escolhê-la como receita comemorativa de aniversário. Espero que vocês gostem!


Flan Pâtissier (versão simplificada sem glúten e lactose) 
Fonte: do lindo Coco e Baunilha.

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten e soja. Contém ovos.

Ingredientes:
1 fava de baunilha (ou 1 colher de chá de extrato de baunilha)
1 litro de leite de amêndoas (fiz caseiro, bati 1 xícara de chá de amêndoas deixadas de molho por 6 horas com 1 litro de água)
2 ovos
1 xícara de chá de amido de milho
2 colheres de sopa de amêndoas moídas (usei o resíduo do leite de amêndoas)
3/4 xícara de chá de açúcar demerara

Modo de preparo:
Faça um corte no sentido do comprimento na fava da baunilha e raspe as sementes. Coloque em uma panela o leite de amêndoas, a fava e as sementes e aqueça até levantar fervura.
Em uma vasilha misture o açúcar e os ovos (peneire as gemas), acrescente o amido e as amêndoas, misture até ficar homogêneo. 
Despeje na vasilha o leite recém fervido aos poucos e vá misturando com um foeut, sem parar de mexer. 
Retorne o creme para a panela e mexa até engrossar.
Despeje em uma forma de 20 cm de diâmetro (de preferência antiaderente). Leve ao forno pré aquecido (180  graus) por 45 minutos ou até dourar e ficar firme ao toque. O meu demorou 1 hora e 5 minutos no forno.
Espere esfriar e deixe na geladeira por algumas horas antes de servir.

Observações: forrei a forma com papel manteiga e ficou muito ruim para tirar o papel! Se possível use uma forma antiaderente ou unte com um pouquinho de óleo. Como usei o leite de amêndoas caseiro que não contém açúcar o resultado não ficou muito doce. Caso você seja formiguinha, coloque 1 xícara de açúcar.


Uma semana linda e iluminada à todos!

Grande beijo!

domingo, 4 de outubro de 2015

Cookies cremosos de cacau


Olá, Queridos!

Cheguei a conclusão que sou uma negação para dar nomes as minhas receitas...
Esses cookies, por exemplo. Não estou certa de que posso chamá-los de cookies... Pensa numa coisa boa, cremosa, que tem textura de bolo fofinho e úmido, mas que tem formato de cookie.
Deu para captar do que se trata? Acho que com a explicação fica mais fácil de entender o que esperar, né? Então chamem a receita da forma como preferirem, o importante é fazer e aproveitar, ficaram especialmente deliciosos! :)


Cookies cremosos de cacau

Atenção alérgicos e intolerantes alimentares: receita sem glúten, leite e soja. Contém clara de ovo. 

1 xícara de chá de quinoa cozida
Clara de 1 ovo
2 colheres de sopa de óleo
1 colher de sopa de cacau em pó 100%
3 colheres de sopa de açúcar demerara
1 colher de sopa de fécula de batata
2 colheres de sobremesa de chocolate em barra meio amargo picado* (ou castanhas picadas, uva passa, etc)
1 colher de chá de fermento químico em pó

Bata no mixer a quinoa cozida com a clara de ovo e o óleo até ficar homogêneo. Acrescente o cacau em pó, açúcar demerara e fécula de batata, mexa bem com uma colher. Por último, misture o chocolate picado e o fermento.
Unte uma assadeira com óleo ou utilize um tapetinho de silicone. Divida a massa em 8 partes, coloque colheradas da massa na assadeira e dê a forma de cookies com as pontas dos dedos (a massa é grudenta, então não dá para modelar com as mãos).
Leve para assar em forno pré aquecido 180 graus por 15 minutos.

Rendimento: 8 cookies.

Sugestão: servir quente com sorvete! <3

*atenção na escolha do chocolate levando em consideração sua restrição pessoal. Usei o chocolate 85% cacau da Cacau Show que não contém lactose, porém contém glúten e traços de leite. Uma opção sem glúten e sem leite que costumo utilizar é o Chocolite 70% cacau.



Grande beijo no coração e uma semana maravilhosa à todos! 

domingo, 2 de agosto de 2015

Bolo de Cenoura com Especiarias e Calda de Chocolate



Olá, queridos!
 
Agosto chegou e eu finalmente voltei para o blog!
Todos os comentários e e-mails pendentes já estão respondidos, então se você estava esperando por um retorno meu pode conferir sua caixa agora!
Aqui vai mais uma opção de bolo de cenoura, dessa vez com especiarias e com a massa mais densa. Para quem quer uma opção úmida e mais fofa vá direto para essa receita: Bolo de cenoura molhadinho.  
 
 
Bolo de Cenoura com Especiarias

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem glúten, leite, ovos e soja. Vegana.

150g de cenoura crua picada
1/3 xícara de chá de óleo
3/4 xícara de chá de leite de amêndoas
1 xícara de chá de farinha de arroz
3/4 xícara de chá de fécula de batata
2 colheres de sopa de polvilho doce
1 colher de sopa de farinha de chia
3/4 xícara de chá de açúcar demerara
1 colher de sopa de fermento químico em pó
1 colher de chá de canela em pó (opcional)
1/2 colher de chá de gengibre em pó (opcional)
1/2 colher de chá de cardamomo em pó (opcional)

Bata no liquidificador a cenoura com o óleo e o leite de amêndoas.
Misture todos os ingredientes secos. Acrescente a mistura batida no liquidificador e mexa até ficar homogêneo.
Despeje em uma forma (usei uma redonda de 20 cm) untada com óleo e leve para assar em forno médio preaquecido (180 graus) por aproximadamente 25 minutos. Faça o teste do palito.  

Calda de chocolate

1 1/2 xícara de chá de leite de amêndoas
4 colheres de sobremesa de açúcar demerara
1 colher de sopa de cacau em pó sem açúcar
1 colher de chá de amido de milho
60g de chocolate em barra sem lactose / sem glúten

Dissolva o amido de milho em um pouco do leite de amêndoas.
Em uma panela, misture o leite de amêndoas, o açúcar demerara e o cacau. Despeje o amido de milho dissolvido e leve ao fogo baixo, mexendo até engrossar levemente. Retire do fogo e acrescente o chocolate em barra. Mexa até derreter e ficar uma mistura homogênea. Aguarde esfriar para usar.
 
Observação: eu achei que rendeu MUITA calda, por isso preferi rechear o bolo para não desperdiçar. A calda por ser mais líquida acaba penetrando no bolo, deixando mais úmido. Eu achei muito bom, mas se preferir, utilize apenas 1 xícara de leite de amêndoas.
 
 
Com amor,
 
Monalisa Cavallaro
 
  

domingo, 14 de junho de 2015

Bolinho Cremoso de Banana e Chocolate


 
Olá, Queridos!

Pensem em um bolo quentinho, cremoso, com muito chocolate e super rápido de fazer!
É a receita ideal para aquelas horas que bate uma vontade de comer um doce... e se vocês forem fãs de banana vão gostar mais ainda. :)
Fiz essa receita especialmente para comemorar os 10.000 seguidores no Instagram (@diariosemlactose)! Obrigada a todos que continuam me acompanhando mesmo nessa minha fase "sumida" e obrigada a todos que estão chegando agora, sejam bem vindos! <3
 
 
Bolo Cremoso de Chocolate com Banana
 
Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem glúten, leite, ovos e soja. Vegana.
 
1/3 xícara de chá de chocolate em barra derretido*
1/3 xícara de chá de banana amassada
1 colher de sopa de melado de cana
2 colheres de sopa de farinha de castanha de caju (ou amêndoas ou outra castanha, é só bater no processador até virar farinha)
1 colher de sopa de farinha de arroz
1 colher de sopa de chocolate em barra picado*
1 colher de chá de fermento químico em pó
 
Derreta o chocolate em banho maria.
Misture o chocolate derretido, a banana amassada, o melado, as farinhas, o chocolate picado e por último o fermento.
Distribua em ramekin (potinhos de porcelana) e leve para assar em forno médio preaquecido (180 graus) por 12 minutos. Se assar demais, o centro vai ficar firme. Então fique de olho, como não vai nenhum ingrediente cru na massa vai acabar assando bem rápido mesmo. Assim que o topo estiver firme, pode tirar do forno.
Consuma quente! ;)

Rendimento: 2 ramekin médios ou 4 pequenos.
 
*usei o chocolate em gotas 50% da Callebaut que não contém lactose, porém contém traços de leite. Escolha a marca que se enquadra nas suas opções alimentares - sem glúten, sem soja, etc.

 
 
Beijos e que todos tenham uma semana maravilhosa! <3

Com amor,
 
Monalisa Cavallaro

domingo, 17 de maio de 2015

Pizzeria Margherita - queijo de ovelha sem lactose



Olá, queridos!

Essa semana fui convidada para conhecer uma novidade na pizzeria Margherita. Para quem não conhece, é uma pizzaria tradicional de São Paulo com 34 anos de existência localizada nos Jardins.
Gostaria de dividir com vocês a minha experiência. Achei muito interessante o cuidado e a seriedade no trabalho da pizzaria, da equipe de marketing e assessoria de imprensa e principalmente, do fundador, o senhor Antônio Carlos.
 
A novidade é que foi incorporado no cardápio a muçarela de ovelha sem lactose que ficará presente como opção às muçarelas de vaca e de búfala. A lactose é eliminada naturalmente durante o processo de fabricação, assim como ocorre com outros tipos de queijos. O cliente pode pedir para substituir em qualquer pizza, pagando a diferença do valor, de R$ 25. Também é possível optar pela massa tradicional, com borda ou pela massa fina.
 
Eu provei a tradicional pizza margherita com a massa fina. Bom, acredito que vocês vão entender exatamente o que eu senti. Não me lembrava quando tinha sido a última vez que tinha comido uma pizza de queijo, ainda mais em uma pizzaria. Foi como se eu tivesse voltado no tempo! A pizza é muito saborosa, achei o queijo de ovelha bem mais leve e menos salgado. Ao contrário do queijo de búfala que escorrega na pizza, o de ovelha adere e derrete maravilhosamente! Tem sabor delicado e realmente se destaca, aprovadíssimo.

A ideia de incorporar a muçarela sem lactose partiu da observação dos próprios clientes. Antonio Carlos de Toledo, fundador e dono da Margherita, conta que alguns frequentadores da casa traziam o próprio queijo, pedindo para que a pizza fosse feita com ele, por conta de saúde e de intolerâncias alimentares. Foi assim que ele pesquisou e descobriu a muçarela de ovelha.
 
E para melhorar o que já estava ótimo, também foram incorporadas opções sem lactose no cardápio de sobremesas. São três sabores de sorvete fornecidos pela casa Elli: cioccolato fondente, manga e frutas vermelhas.  O cioccolato fondente é um sorvete com 70% cacau, à base de água, sem lactose, adoçado com um pouco de mel e frutose. Foi o que eu provei e vocês não tem NOÇÃO do sabor desse sorvete! Sensacional!
 
Quem tiver a oportunidade, confira e depois me conte. E aproveitem para dar um abraço no senhor Antônio Carlos que fica diariamente na pizzaria distribuindo sua simpatia.
 
Pizzeria Margherita
Alameda Tietê, 255 – Jardins
Esquina com a rua Haddock Lobo, 1255
Tel: 11 2714-3000
Horários para o Salão:
2a a 5a feira - 18:30hs à 01:00h
6a Sab. e Dom. - 18:30hs à 01:30h


Beijos e ótima semana!
 
Observação: esse post não é um publieditorial.