segunda-feira, 27 de junho de 2016

Especial de Bebidas Quentes

Olá, Queridos!

Na semana passada tivemos um Especial de Bebidas Quentes nas redes sociais do blog em comemoração ao início do inverno. Foram 5 bebidas quentinhas, cremosas e gostosas para saborear e deixar o corpinho aquecido. Está vendo só porque fico falando para vocês me seguirem no Facebook e no Instagram? Sempre acontece alguma coisa por lá. ;)

E eu não poderia deixar de publicar aqui no blog para ficar no nosso acervo de receitas. Todas as bebidas são sem lácteos, sem glúten, sem soja e veganas. 
Quem fizer me conta o que achou, tá bom? <3


Bebida de Milho

1 lata de milho verde
1 xícara de leite de coco (ou outro "leite" vegetal de sua preferência)
1 xícara de chá de água
4 colheres de sopa de açúcar demerara
4 unidades de cravo da índia
1 canela em pau pequena

Coloque o milho em uma peneira e lave bem em água corrente.
Bata bem o milho, o leite de coco e a água no liquidificador.
Despeje em uma panela, acrescente o açúcar, os cravos e canela. Aqueça em fogo baixo, mexendo sempre. Quando começar a ferver conte 10 minutos e mexa até engrossar levemente. Retire os cravos e a canela, despeje em canecas e polvilhe canela em pó.



Bebida de Amendoim

1 1/2 xícara de chá de leite de coco (ou outro "leite" vegetal de sua preferência)
2 colheres de sopa de amendoim torrado sem sal e sem pele
1 colher de sopa de amido de milho
2 colheres de sopa de açúcar demerara

Bata bem o "leite" vegetal, o amendoim e o amido de milho no liquidificador. Despeje em uma panela, acrescente o açúcar e mexa em fogo baixo até engrossar levemente. Sirva em seguida.



Chocolate Quente com Castanha de Caju e Especiarias

4 colheres de sopa de castanha de caju crua e sem sal
2 xícaras de chá de água
2 colheres de sopa de cacau em pó 100%
1 colher de sopa de amido de milho
3 colheres de sopa de açúcar demerara
1 canela em pau
4 unidades de cravo da índia
1 unidade de anis estrelado
1/2 colher de chá de cardamomo em pó
Conhaque e chocolate em barra meio amargo a gosto
*as especiarias são opcionais e a gosto

Bata a castanha de caju e a água no liquidificador. Se quiser, coe em uma peneira bem fina ou no voil.
A parte, misture o cacau e o amido em um pouco do leite de castanha de caju para que dissolva bem. Despeje em uma panela, acrescente o açúcar e as especiarias, mexa em fogo baixo até engrossar. Retire as especiarias antes de servir. Coloque um pouco de conhaque na caneca (dessa forma é possível dosar melhor a quantidade de álcool) e despeje o chocolate quente. Coloque um pedaço de chocolate meio amargo em barra sem glúten e sem leite dentro de cada caneca e sirva em seguida.


Bebida de Aveia e Banana

Atenção celíacos: utilizar a aveia sem glúten


3 colheres de sopa de aveia em flocos finos
2 xícaras de chá de água
1/2 banana bem madura
2 colheres de sopa de açúcar demerara
1 colher de chá rasa de canela em pó

Bata a aveia em flocos, a água e a banana no liquidificador. 
Despeje em uma panela, acrescente o açúcar e a canela e mexa em fogo baixo até engrossar levemente.
Dica: como gosto de sentir os pedacinhos da banana, amassei um pedaço com um garfo e coloquei na panela na hora de cozinhar.


Bebida de Abóbora com Coco

1 xícara de abóbora amassada (de preferência cozida no vapor ou assada, a abóbora cozida na água perde muito do sabor)
400 ml de leite de coco
3 colheres de sobremesa de açúcar demerara
1 unidade de canela em pau
1/2 colher de café de gengibre em pó

Bata no liquidificador a abóbora e o leite de coco (quem tiver mixer pode bater diretamente dentro da panela). Acrescente os demais ingredientes e mexa até engrossar. Sirva em seguida com canela em pó.


Super beijo!

Com amor,

Monalisa Cavallaro

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Rosca Prestígio e Pão Trançado de Azeitona


Receita deliciosa com fotos horrorosas... Postar ou não postar? Eis a questão...
Como a gostosura está sempre acima da aparência, então aqui vai a receita!
Com o frio que vem fazendo em São Paulo fiquei com necessidade de acender a lareira da minha casa (leia-se FORNO, hehe) e foi uma bela desculpa para fazer pão.
Adoro fazer pão e tentar fazer modelos diferentes, foi bem divertido fazer a rosca e o pão trançado (que está logo abaixo), mas preciso treinar mais.
E você? Tem alguma receita de pão infalível e uma modelagem diferente? Manda a receita pra mim, por favor! contato@diariosemlactose.com


Pensa numa pessoa que comeu o pão fumegante para aproveitar esse recheio cremoso... peeeensa.... 


Rosca Prestígio e Pão Trançado de Azeitona

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, ovos e soja. Contém glúten.

Massa básica:
510 gramas de farinha de trigo
1 colher de chá de sal
1 sachê de fermento biológico seco (10g)
1 1/4 xícara de chá de água morna
1/4 xícara de chá de azeite de oliva

Misture a farinha, sal e fermento. Despeje a água e o azeite e misture primeiramente com uma colher. Passe a massa para uma bancada e sove por uns 15 minutos. Se a massa estiver muito seca, acrescente 1 colher de sopa de água. Se estiver muito mole, acrescente 1 colher de sopa de farinha. Eu não precisei fazer essa correção na minha massa, então provavelmente não será preciso na sua.
Coloque a massa em uma tigela, cubra com um pano de prato e deixe descansar em local quente por 20 minutos. Enquanto isso prepare os recheios (receita abaixo).
Após o descanso, divida a massa em duas partes e faça os pães conforme o passo a passo das fotos abaixo.


Recheio de prestígio:
Coloque em uma panela 200 ml de leite de coco, 4 colheres de sobremesa de açúcar demerara, 50g de chocolate sem lactose em barra picado (usei 70% cacau da Cacau Show), 2 colheres de sopa de coco ralado. Leve ao fogo baixo e mexa bem até o chocolate derreter. Assim que levantar fervura cozinhe por 15 minutos sem parar de mexer, vai virar um creme grosso. Aguarde esfriar para usar. 

Passo a passo:
1 - Abra a massa com um rolo no formato de um retângulo, espelhe o recheio deixando uma borda de 3 cm;
2 - Enrole igual a um rocambole;
3 - Faça um corte no meio do rocambole no sentido do comprimento;
4 - Vire a parte com o recheio para cima;
5 - Trance os dois pedaços, passando um lado por cima do outro;
6 - Coloque em uma forma redonda (usei uma com 15 cm de diâmetro) e leve para assar em forno médio preaquecido (180 graus) por 35 minutos.


Recheio de azeitona:
Bata no mixer 3/4 xícara de chá de azeitona, 2 dentes de alho pequenos, 2 colheres de sopa de azeite de oliva. 

Passo a passo:
1 - Abra a massa com um rolo no formato de um retângulo e distribua o recheio no centro conforme a foto;
2 - Faça o mesmo número de cortes nas duas laterais;
3 - Trance os cortes: passe o corte do lado esquerdo para o lado direito, e o do lado direito para o lado esquerdo.  
Coloque em uma assadeira untada com óleo e leve para assar em forno médio preaquecido (180 graus) por 35 minutos.


Ótima semana para todos!

Com amor,


Monalisa Cavallaro

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Purê de abóbora com alho assado e gengibre

 

Olá, queridos!

A receita de hoje tem um ingrediente que vai ajudar a esquentar o corpinho nesse frio do Alasca que está fazendo em alguns estados: o gengibre.

Mas antes de irmos para a receita tenho um recadinho.

Quem quiser acompanhar o blog mais de perto, pode acompanhar minhas postagens diárias no Instagram sobre diversos assuntos, estou lá como @diariosemlactose
Sempre que há novas postagens aqui no blog o pessoal que curte a fan page no Facebook (clique aqui) e inscritos para receber as atualizações por e-mail ficam sabendo primeiro.  

Para receber as atualizações por e-mail é só digitar o seu e-mail na caixinha do lado direito aqui do blog onde está escrito "Receba novidades no seu e-mail!". Logo em seguida, você receberá um e-mail pedindo para que confirme a sua inscrição. A partir daí, sempre que tiver post novo você será comunicado e não perderá nada. :)


Purê de abóbora com alho assado e gengibre

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten, ovos e soja.

1/2 abóbora cabotiá (cerca de 800g)
4 dentes de alho inteiros e com casca
1 colher de chá de gengibre ralado
1/2 xícara de chá de caldo de legumes caseiro ou água
1 fio de azeite de oliva
Sal a gosto

Coloque a abóbora em uma assadeira, despeje um pouco de azeite em cima e coloque os alhos dentro dela. Cubra com papel alumínio e asse em forno médio preaquecido (180 graus) por cerca de 1 hora ou até que fique bem macia. 
Tire toda a polpa da abóbora com uma colher e retire a casca dos 4 alhos. Se tiver um mixer, coloque direto na panela, acrescente o gengibre e o caldo de legumes, bata com o mixer até virar um purê homogêneo. Se não tiver mixer, bata no liquidificador.
Coloque um fiozinho de azeite e acerte o sal. Aqueça e sirva em seguida.


Ps. AMO alho assado! Quem nunca provou experimente agora mesmo, fica adocicado e dá vontade de comer puro, coloquei alguns dentes a mais justamente para isso. :)

Com amor,

Monalisa Cavallaro

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Dia dos Namorados: Panquecas Apaixonadas



Vida de quem tem blog é assim, comemoramos algumas datas duas vezes (o que de certa forma é muito bom). Hoje fiz uma receita para o dia dos namorados para motivar você a fazer um agradinho para o seu amor no domingo, assim você tem tempo de se programar. Se bem que para essa receita não precisa programar nada, só um cortador em formato de coração caso você ainda não tenha. 

Essa panqueca é a prova de que o que mais vale é a intenção, o carinho e o cuidado em fazer um agrado para quem você ama. Não importa se o ingrediente é nobre, caro ou exótico. Fala a verdade, você não iria amar ser acordado (a) de manhã com uma coisa fofa (e gostosa) dessa?
EU IRIA... (sem pressão... nem indiretas nessa resposta... cof cof cof...)

Então se anima! É a coisa mais fácil do mundo, receita do estilo mistura tudo e coloca na frigideira, não exige prática e nem habilidade. :) 


Panquecas apaixonadas <3

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten, ovos e soja.

1/3 xícara de chá de farinha de arroz
1/4 xícara de chá de aveia em flocos finos (celíacos: utilizar aveia sem glúten ou quinoa em flocos)
1 colher de sobremesa de farinha de linhaça
1/2 banana amassada
2 colheres de sopa de mel
3/4 xícara de chá de água
1 colher de café de canela em pó
1 colher de chá de fermento químico em pó

Decoração:
Chocolate meio amargo em barra derretido (usei Bendito Cacau 70% da Cacau Show)
Goiabada ou uma geleia de sua preferência

Modo de preparo muito complexo: misture todos os ingredientes. 
Pingue umas gotinhas de óleo em uma frigideira antiaderente e espalhe com papel toalha (só para garantir que não vai grudar mesmo).
A quantidade da massa dá para quatro panquecas então coloque um pouco da massa no centro da frigideira, quando estiver com bolhinhas e opaca dê uma levantada na borda da panqueca para verificar se já está dourada, se estiver vire com cuidado e aguarde cozinhar do outro lado até ficar dourada também.
Depois que você fizer as quatro panquecas, corte o centro com um cortador de biscoitos em formato de coração em duas delas.

Montagem: coloque em um prato uma panqueca inteira, em cima dela a panqueca que está com o coração cortado. Recheio o centro de coração com a geleia de sua preferência. Para decorar o coração com chocolate, passei para outro prato e fiz riscos com o chocolate derretido (coloca o chocolate na colher e vai despejando fazendo zigue zagues). 
Cortei alguns pedacinhos de goiabada com um cortador de biscoitos menor para decorar também. 


Feliz dia dos Namorados!

Gratidão,

Monalisa Cavallaro


terça-feira, 7 de junho de 2016

Farofa de Banana da Terra



Farofa, arroz, feijão com bastante caldo e pimenta. Se tiver uma couve cortada beeeeem fininha com limão também vai bem... Poderia adicionar mais uma dezena de itens a esse meu prato sem fundo imaginário, rs. 

Parece que com o tempo meu paladar foi mudando e hoje curto bastante a combinação doce e salgado na mesma preparação. Se bem que quando era criança adorava comer arroz, feijão e banana... vai entender... :) 

Receita super simples para sair da rotina e variar os acompanhamentos. Aproveitem!


Farofa de Banana da Terra

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten, ovos e soja.

Azeite de oliva (aproximadamente 3 colheres de sopa)
1 cebola branca pequena picada
1 unidade de banana da terra cortada em cubos
Sal a gosto
Pimenta calabresa a gosto (opcional)
1 xícara de chá de farinha de mandioca

Coloque o azeite em uma frigideira larga, acrescente a cebola, mexa por 2 minutos e adicione a banana picada. Deixe fritando até as bananas ficarem cozidas (a cor das bananas vai mudar para amarelo ouro, foto abaixo). Se a frigideira secar antes de ficarem prontas, acrescente um pouquinho mais de azeite.  
Acrescente um pouco de sal e de pimenta calabresa. Em seguida, despeje a farinha e mexa bem para que torre por igual. Experimente para sentir o ponto do sal, corrija se necessário e sirva em seguida.


Ótima semana!

Gratidão,

Monalisa Cavallaro



segunda-feira, 6 de junho de 2016

Dica de loja virtual: Natue


Olá, queridos!

Um dos desafios na adaptação de uma nova rotina alimentar é descobrir lugares para comprar produtos específicos. Sem lactose, sem glúten, sem ovos... a dificuldade é a mesma. E muitas vezes quando encontramos o local, nem sempre achamos todos os produtos que estávamos buscando.

Confesso que adoro gastar horas no supermercado analisando embalagens e rótulos, mas minha rotina não permite mais esse tipo de “passeio” nas horas vagas. Além disso, muitas vezes já perdi a viagem ao ir comprar um produto e me deparar com um preço acima do normal.

Por isso, uma das melhores saídas para mim foi passar a comprar em lojas virtuais. Primeiro pela inegável facilidade, encontro vários produtos em um só lugar e muitas vezes consigo pesquisar preços e aproveitar promoções.

Uma das lojas que mais utilizo é a Natue. A variedade de marcas e produtos é ótima, desde alimentos e bebidas, até suplementos, vitaminas e produtos para beleza.  É possível procurar produtos e filtrar por especificação como “sem lactose”, “sem glúten”, “orgânico”, entre outros, o que facilita demais! Além disso, há uma grande variedade de produtos veganos, desde alimentos até maquiagens e outros cosméticos. E todos os produtos possuem informações nutricionais e lista de ingredientes o que supre a minha necessidade de analisar rótulos, rs.

Para quem não conhece, a Natue possui uma marca exclusiva chamada Nu3, que oferece produtos desenvolvidos com matérias-primas rigorosamente selecionadas. A Nu3 tem diversas linhas de produtos: Nu3 Natural, com farinhas naturais, como berinjela, maracujá e chia, chocolates funcionais, chás, óleo de coco, snacks saudáveis e tapioca; a linha Nu3 Health, composta por encapsulados e suplementos, como vitamina D, B12, polivitamínico e ômega-3; a Nu3 Sports, com suplementos esportivos, como whey protein, proteínas veganas, BCAA, cafeína e creatina; a Nu3 Slim, com goji berry, óleo de cártamo e óleo de chia  e a linha Nu3 Intelligent Food, com suplementos de colágeno, coenzima Q10 e fibras.  Vale a pena conhecer e provar!



A Natue está presenteando os leitores do Diário com 10% de desconto 
para compras na loja virtual. Para utilizar é só digitar o código DIARIOSEMLACTOSE10.
Acesse www.natue.com.br
Aproveitem e depois me contem se realmente não valeu a pena. ;)

Gratidão,

Monalisa Cavallaro


*Esse post é um publieditorial


terça-feira, 31 de maio de 2016

Creme de Coco com Geleia de Morango e Cardamomo



Tem horas em que a simplicidade ganha e só queremos uma sobremesa gostosa, fresquinha e cremosa, não é mesmo?
A receita de hoje tem todos os requisitos acima, além de saborosa tem um aroma delicioso de cardamomo. <3 
Ah, e se eu fosse você faria o dobro da geleia de morango para comer ao longo da semana, vale a pena. ;)


Creme de Coco com Geleia de Morango e Cardamomo
Fonte: adaptado do Menu Vegano.

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten, ovos e soja.

400 ml de leite de coco
100 ml de água
4 colheres de sopa de açúcar demerara
2 colheres de sopa de coco em lascas não adoçado
1 colher de sopa de ágar ágar kanten*
1/4 xícara de chá de água

Misture em uma panela o leite de coco, a água, o açúcar demerara e o coco em lascas. Leve ao fogo e deixe ferver por 10 minutos mexendo ocasionalmente. Cuidado na hora que levanta a fervura para não derrubar tudo no seu fogão. Misture o ágar ágar na água e despeje na panela, deixe ferver por 3 minutos mexendo sempre. Coloque o creme em um refratário e leve a geladeira até firmar, vai ficar como se fosse uma gelatina. Enquanto isso, prepare a geleia. Depois de frio e firme, bata o creme com um fouet ou se preferir, com uma batedeira até ficar bem cremoso. Conserve na geladeira. 

250g (1 bandejinha) de morangos cortados em 4
3 colheres de sobremesa de açúcar demerara
Suco de 1/2 limão pequeno
1 colher de chá rasa (ou a gosto) de cardamomo** em pó

Coloque em uma panela os morangos, açúcar e limão. Deixe cozinhando por 10 minutos, mexendo ocasionalmente. Coloque o cardamomo e mexa bem. Deixe apurar por mais 3 minutos e aguarde esfriar para usar. 

Distribua o creme de coco em taças e coloque a geleia por cima. Também é possível servir em um refratário único. Enfeite com morangos e coco em lascas. 

Rendimento: 4 porções.

* O que é ágar ágar kanten?

É uma gelatina de origem vegetal, obtida através de um tipo de alga. Tem um poder gelificante muito forte, não precisa ficar na geladeira para firmar e não derrete em temperatura ambiente. Porém é preciso sempre passar por fervura para que seu efeito aconteça. É encontrada em lojas de produtos naturais.

** O que é cardamomo?

É uma especiaria muito utilizada nas culinárias indiana e árabe. Pode ser utilizado em preparações doces, salgadas e até em bebidas, como cafés e chás. É comercializado em pó ou inteiro em sementes, tem sabor adocicado e picante, na minha opinião lembra o limão. Pode ser encontrado em empórios e lojas cerealistas. 


Gratidão,

Monalisa Cavallaro

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Muffins de Legumes do Hulk



Essa receita vai especialmente para as mamães que pedem opções para a lancheira dos pequenos!
Mais fácil impossível e não precisa de nenhum ingrediente especial. Ficam fofinhos, com uma casquinha crocante no fundo por causa do fubá e úmidos na medida certa por dentro.
Utilize a combinação de recheios que você preferir e se quiser congelar depois de assado também pode. Descongele diretamente no forno, ok? 
Para quem quiser o muffin do Popeye é só substituir a salsinha por espinafre. ;)


Muffins de Legumes do Hulk
Fonte: ligeiramente adaptado daqui.

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten e soja. Contém ovos.

Massa:
1/2 xícara de chá de leite de coco + 1/2 xícara de chá de água (pode substituir por 1 xícara de "leite vegetal" de sua preferência)
1/2 xícara de chá de óleo
2 ovos*
1/2 xícara de chá de salsinha picada (folhas e talos)
1 xícara de chá de polvilho azedo
1/2 xícara de chá de farinha de arroz
1/2 xícara de chá de fubá
1/2 colher de chá de sal
2 colheres de chá de fermento químico em pó

Recheio:
1 colher de sopa de azeite de oliva
1/2 cebola média picada
10 azeitonas verdes picadas
1 tomate pequeno sem sementes cortado em cubos
1/2 lata de milho verde (lavar os grãos em água corrente antes de usar)
1 colher de sopa de orégano
1 colher de chá de louro em pó
1/2 colher de chá de sal (ou a gosto)
  
Modo de preparo:
Comece pelo recheio: aqueça o azeite em uma frigideira, coloque a cebola e aguarde ficar transparente. Acrescente os demais ingredientes e cozinhe por uns 3 minutos. Se quiser, pode acrescentar os temperos de sua preferência. Reserve e aguarde esfriar para usar.
Bata no liquidificador o leite de coco com a água, óleo, ovos e salsinha. Quando estiver bem homogêneo, acrescente o polvilho azedo, farinha de arroz, fubá e sal. Bata novamente. Por último, acrescente o fermento e mexa com uma colher.
Unte uma forma para cupcakes com 12 cavidades com óleo e fubá. Despeje 1 colher de sopa da massa nas cavidades, depois coloque o recheio (por volta de 1 colher de sopa e meia) em todas elas e termine com mais massa em cima. Pegue a forma e bata com delicadeza em cima da mesa para que o recheio assente e a massa fique livre de bolhas de ar.
Asse em forno médio (180 graus) preaquecido por 30 minutos.

Rendimento: 12 unidades.

Fiz um teste com as forminhas de papel para cupcakes e acaba grudando muito. Então não recomendo. 

*Substituição para os ovos: ainda não testei essa receita sem ovos, porém sugiro testar com o gel de linhaça: substitua cada ovo por 1 colher de sopa de farinha de linhaça + 3 colheres de sopa de água. Misture e aguarde formar um gel. Utilize na receita conforme o passo a passo. 


Gratidão!

Monalisa Cavallaro

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Bombons de Banana da Terra



Olá, Queridos!

Hoje é um dia muito especial para mim: o dia do meu aniversário, completo 31 anos!
Fiquei pensando o que iria preparar para esse dia e não tive vontade de bolo, nem de torta ou qualquer outra coisa do gênero.
Preferi alguma coisa simples, com fruta, mas o chocolate deveria estar envolvido, claro. :)
Acabou saindo esse bombonzinho que eu comi com tanto gosto que me fez refletir sobre como mudamos no decorrer da vida. É bem aquela conhecida história de dar valor para as pequenas coisas, sabe? 

Então no dia de hoje eu só desejo agradecer! Gratidão por ser quem eu sou, pelas experiências que já passei, pelas pessoas que estão na minha vida e por aquelas que já passaram contribuindo com algum aprendizado, pela minha saúde e pela oportunidade de estar nessa existência. <3


Bombom de Banana da Terra

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten, ovos e soja.

2 unidades de bananas da terra maduras
1/4 de xícara de açúcar demerara
1/2 xícara de chá de água
4 unidades de cravo da índia (opcional)
100g de chocolate meio amargo ou amargo em barra sem glúten e sem lactose (usei Chocolife 70% cacau)

Corte a banana em pedaços pequenos e leve ao fogo com o açúcar, água e cravos.
Quando a banana estiver cozida, amasse com um garfo para que vire um creme. Continue cozinhando sempre mexendo até virar uma massa que desgruda da panela (aproximadamente 15-20 minutos). Despeje em um prato e coloque na geladeira para esfriar. Quando estiver bem frio, faça bolinhas (não precisa untar as mãos), distribua em uma assadeira e coloque no freezer por 10 minutos. 
Derreta o chocolate em banho maria, retire as bolinhas do freezer e mergulhe uma a uma no chocolate. Tire com um garfo (dê batidinhas para que o excesso de chocolate caia), coloque de volta na assadeira. Ponha na geladeira para o chocolate firmar. Se quiser, pode passar no chocolate duas vezes para ficar com uma casquinha mais grossa (nesse caso, será necessário derreter um pouco mais de chocolate). Coloque em forminhas e conserve na geladeira.

Rendimento: 12 unidades.

Quem quiser pode temperar o chocolate para que aguente fora da geladeira. Se quiser aprender, esse blog ensina direitinho.


"Não tente  mudar o cenário, 
faça a gentileza de mudar você mesmo. 
Mudar de cenário não ajuda ninguém; 
nunca ajudou" 
Osho no livro Emoções - Liberte-se da raiva, do ciúme, da inveja e do medo.


Com amor,

Monalisa Cavallaro

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Molho de cogumelos



Olá, Queridos!

Quem me segue no Instagram (@diariosemlactose) pôde ver essa semana a linda foto do risoto de mix de cogumelos e filé mignon que o sub chefe Michael Cruz fez para mim. 
O Mike e eu trabalhamos juntos e de vez em quando eu abuso e peço o risoto que ele faz sem nada de lactose, só com azeite, caldo de legumes caseiro e muita força no braço para ficar sacudindo a sauteuse e gerar a cremosidade necessária. Pensa em uma pessoa que cozinha com alma e que tem uma energia incrível? Esse é o Mike! A citação no final do post é dedicada especialmente pra ele.   
O mix de cogumelos que adicionamos ao risoto é uma delícia e super versátil, vale a pena fazer e congelar em pequenas porções no freezer para usar sempre que der vontade. Veja no final da receita algumas sugestões de como utilizá-lo. ;)


Molho de Cogumelos
Fonte: ligeiramente adaptado da receita do sub chefe Michael Cruz. 
Para o molho ser "Michael's style" não pode faltar: louro, tomilho e molho de soja. 

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten e ovos. Contém soja.

400g de shimeji escuro e 200g de shimeji (ou 600g de mix de cogumelos - shimeji, shitake e paris, por exemplo)
3 colheres de sopa de azeite de oliva
3 dentes de alho amassados
1 cebola média picada
3 folhas de louro
1 colher de sopa de tomilho (usei desidratado) 
6 colheres de sopa (ou a gosto) de molho de soja*
1 colher de sopa de amido de milho
3 colheres de sopa de água


Separe os raminhos do shimeji e lave rapidamente em água corrente (eles absorvem muita água, então nada de encharcá-los!). Coloque em cima de um pano de prato para secar. 
Aqueça uma panela grande com capacidade para comportar todos os cogumelos. Coloque o azeite e o alho e aguarde começar a dourar. Acrescente a cebola. Quando ficar translúcida, coloque os cogumelos e mexa bem, aguarde a água dos cogumelos soltar. Coloque o louro, tomilho e o molho de soja aos poucos, prove e se necessário, acrescente mais. Deixe cozinhando por aproximadamente 15 minutos, quando os cogumelos estiverem cozidos e com o sabor das ervas e molho de soja, misture a parte o amido de milho na água até dissolver e despeje na panela. Mexa até o molho ficar cremoso.  

Onde pode ser utilizado?
Em massas, risotos, como cobertura de bruschettas, como molho para carnes e o que mais sua criatividade permitir. 

*molho de soja
Os molhos de soja (shoyu) que encontramos nos supermercados contém aromatizante, corante e glutamato monossódico, três itens totalmente dispensáveis para nossa saúde. A dica é que há marcas que não contem esses ingredientes e que são fabricadas através do processo de fermentação natural, como a marca Daimaru, que é um molho de soja macro, contém apenas soja, milho e sal. A quantidade de sódio ainda é alta porque o sal faz parte do processo de fabricação, então deve ser usado com cautela e não há a necessidade de incluir sal a parte na receita. Encontro para comprar nos mercados orientais no Bairro da Liberdade (em São Paulo) e também já vi para vender em muitas lojas de produtos naturais.


"Não são os temperos, 
tampouco a técnica utilizada 
que identificam o sucesso de uma receita. 
É simplesmente o amor, 
o carinho e a sensibilidade 
que se transmutam 
em forma de sabor". 
Marina de Carvalho Mendes


Gratidão,

Monalisa Cavallaro