Slider

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Divina Dieta


Olá, Queridas e Queridos!

Quando conheci a Divina Dieta, loja com a linha de produtos da APAE DE SÃO PAULO, fiquei tão encantada e vi um propósito tão grande que fiz questão de fazer um post completo para que vocês possam conhecer e usufruir.

Para quem não conhece, a APAE DE SÃO PAULO é uma Organização sem fins lucrativos que existe há 55 anos e que promove o diagnóstico, a prevenção e a inclusão da pessoa com Deficiência Intelectual. É pioneira no teste do pezinho no Brasil e possui o maior laboratório da América Latina em Serviço de Referência de Triagem Neonatal. 

Todos os produtos da divina Dieta têm baixo teor de proteínas, não contém glúten, leite, ovos e produtos de origem animal, tudo isso com o objetivo de atender um grande público com doenças metabólicas que precisam seguir dietas restritivas. 

Se vocês acham complicado lidar com a intolerância à lactose é porque ainda não viram como é lidar com a fenilcetonúria, leucinose, acidemia propiônica, defeitos do ciclo da ureia e algumas outras situações que precisam de um forte acompanhamento e dedicação no tratamento... e infelizmente não há opções no mercado para facilitar a vida dessas pessoas. Foi por isso que a Divina Dieta nasceu!

Além de ajudar esse público, outras pessoas também acabam sendo beneficiadas e é aí que nós entramos: os produtos são seguros para celíacos, intolerantes à lactose, veganos, alérgicos a proteína do leite de vaca e qualquer pessoa que queira consumir! :)

Visitei a APAE DE SÃO PAULO e conheci todas as dependências com a Luciana Rocha, Nutricionista comercial da Divina Dieta, a Camilla Horizonte do Marketing e Comunicação e a Mariana Ferra, Engenheira de alimentos, que me deram uma aula sobre o trabalho gigante que a APAE de SP exerce e a importância disso na vida de milhares de pessoas. 

Saí de lá com o coração vibrando e feliz, com muita vontade de ajudar e fazer o possível para que a Divina Dieta seja conhecida e apoiada, por isso me coloquei a disposição para ser parceira. Se vocês sentirem no coração, por favor, provem, divulguem e ajudem a disseminar esse trabalho tão importante que precisa de apoio para que possa ter continuidade!

Vamos as fotos para que vocês tenham uma noção do que eu estou falando... 

No site tem a relação de todos os produtos com as informações sobre ingredientes, peso, validade, tudo super organizado e explicado! Para acessar clique aqui.


ALERTA DE GOSTOSURA A PARTIR DE AGORA :)

Têm biscoitos e bolachas (inclusive a recheada de morango e chocolate) para a inclusão dos pequenos na escola. É tudo muito bonitinho e agradável de se ver, mas o melhor ainda é o sabor! É gostoso, não é aquele tipo de alimento restritivo insosso. Me surpreendi!


E a parte das guloseimas? Tem  moranguito, que é um chocolate com recheio de morango (primeira foto da esquerda), tem nhá benta, sorvete de chocolate e morango (que eu provei e parece mesmo um danoninho, enlouqueci!), tem outros sabores de sorbets, chocolate branco e preto, brigadeiro congelado para a inclusão nas festinhas e muito mais!


Os salgados, principalmente os congelados, é alucinante! Me arrependi de não ter levado uma bolsa térmica, mas estou para retornar e fazer meu estoque!
O meu biscoitinho preferido foi o de cebola, que é esse redondinho da foto da direita, tem salgado recheado com queijo vegano (primeira foto da esquerda que provei recém saído do forno quando estava visitando) e vejam só a salsicha (de beterraba) que coisa mais fofa!


Tem salgadinhos congelados para abastecer o freezer! Coxinha, kibe, calzone, hot dog, pastel...
E as opções de massa e pães?! Nhoque, macarrão, lasanha...
É uma variedade muito boa, levem uma bolsa térmica!


"Monalisa, eu querooooo! Aonde eu encontro?"

Loja Virtual
A Divina Dieta tem uma loja virtual que comercializa somente os produtos que não precisam de refrigeração. Para acessar, clique aqui.

Loja Física
Os produtos congelados são encontrados apenas na loja física na APAE DE SÃO PAULO.
Rua Loefgren, 2.109 Vila Clementino - próximo ao metrô Santa Cruz.
A loja fica dentro da APAE.
Eles precisam de apoio para que os produtos congelados comecem a ser comercializados na loja virtual também, por isso a importância de divulgar para as pessoas que possam se beneficiar desses produtos!

Telefone: (11) 5080-7070
E-mail: emporio@apaesp.org.br

Pontos de Venda
Existem alguns ponto de venda em São Paulo, verifiquem a relação completa clicando aqui.


Camilla Horizonte, Marketing e Comunicação, Eu :),  Mariana Ferra, Engenheira de Alimentos e Luciana Ferraz, Nutricionista comercial da Divina Dieta.
Muito obrigada, meninas, muito orgulho do trabalho de vocês!

Muito Obrigada Lygia Conde do Grupo CDI e Paula pelo carinho e prestatividade!

Acessem o site da APAE DE SÃO PAULO para conhecer o trabalho completo e a como é possível ajudar!

Com amor e muita fome depois de ver todas as fotos,

Monalisa Cavallaro

Observação: esse post NÃO é um publieditorial.

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Flan de Pêssego


Queridos e Queridas!

Essa sobremesa surgiu quando me vi com 5 pêssegos imensos e maduros estragando na fruteira!
É algo muito simples que vocês podem fazer com a fruta que quiser, como por exemplo, manga, morango, abacaxi...

Usei o leite de arroz que é bem neutro, mas se desejarem pode utilizar outros tipos de "leite" vegetal, ok?


Flan de Pêssego

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten, ovos e soja.

500 ml de leite de arroz
3 pêssegos maduros sem casca
2 colheres de sopa de açúcar demerara (ou a gosto)
1 sachê de gelatina incolor

Bata o leite de arroz, os pêssegos e o açúcar demerara até ficar homogêneo.
Misture a gelatina em 5 colheres de sopa de água e leve ao micro-ondas por 15 segundos, mexa até dissolver completamente. Coloque a gelatina na mistura batida anteriormente e bata novamente somente para misturar.
Coloque em taças individuais ou em um refratário grande. Deixe na geladeira até firmar.

Calda de pêssego

2 pêssegos maduros sem casca cortados em cubos
1/2 xícara de chá de água
1 colher de sopa de açúcar demerara (ou a gosto)

Leve ao fogo baixo e mexa por aproximadamente 10 minutos até a água reduzir um pouco e os pêssegos ficarem cozidos e desmanchando. Espere esfriar e coloque em cima do flan.


Com amor e sem desperdício,

Monalisa Cavallaro

domingo, 28 de janeiro de 2018

Bolo de Fubá com Calda de Limão


Olá, Queridos e Queridas!

A receita de hoje é um bolinho de fubá fofinho e neutro que vem acompanhado de uma dica muito bacana para quem adora praticidade.

Eu costumo assar bolos em forminhas de alumínio (da foto abaixo) que são facilmente encontradas em lojas de produtos para confeitaria. Essas formas vem com uma tampa de papelão que vedam como se fossem uma marmita e na parte de fora é possível marcar a caneta qual o conteúdo da embalagem e data de produção.

Então eu uso essas forminhas para transportar o bolo com mais facilidade e também para congelar. Essa receita rendeu 7 forminhas como essa. Coloquei calda de limão nos bolos que não congelei e aqueles que foram para o congelador não coloquei calda para que no dia de consumir eu coloque o que quiser (calda de limão, laranja, chocolate ou até mesmo comer puro).

Quando quero consumir, tiro do freezer diretamente para o forno preaquecido e deixo até esquentar. Aproveito para comer quente mesmo. :) Ou senão espero esfriar e guardo em um pote fechado para manter o frescor e levo de lanche no dia seguinte.  


Bolo de Fubá com Calda de Limão
Fonte: receita do site Serious Eat.

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten e soja. Contém ovos.

1 xícara de chá de farinha de arroz
3/4 de xícara de chá de fubá (farinha de milho fina - verificar rótulo, algumas marcar podem conter glúten)
2 colheres de chá de fermento químico em pó
1 pitada de sal
5 ovos
1 xícara de chá de açúcar demerara
1/4 xícara de chá de óleo de girassol
1 colher de chá de extrato de baunilha

Misture em uma vasilha a farinha de arroz, o fubá, o fermento e o sal. Reserve.
Bata os ovos na batedeira ou com um mixer de mão por 1 minuto. Com a batedeira ligada acrescente o açúcar aos poucos e bata até ficar uma mistura cor amarelo clara bem fofinha. Ainda com a batedeira ligada acrescente a mistura de farinhas aos poucos e bata até ficar homogêneo. Acrescente o óleo e bata até incorporar completamente.
Despeje a massa em uma forma (unte com óleo) ou em forminhas de alumínio (não precisa untar). Asse em forno médio preaquecido (180 graus) por aproximadamente 30 minutos - faça o teste de palito. Em forminhas menores assam em menos tempo, fique de olho.

Obs. se fizer nas forminhas de alumínio coloque massa somente até a metade. Se encher demais o bolo vai crescer muito e a tampa não vai vedar direito. 

Calda de limão

Sumo de 1 limão grande
1/2 xícara de chá de água
2 colheres de sobremesa de açúcar demerara
Raspas do limão utilizado

Misture e leve ao fogo por 10 minutos. Jogue no bolo ainda quente e espalhe as raspas de limão por cima.


Com amor e praticidade,

Monalisa Cavallaro

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Petit four / Cookies de coco da Marcinha


Queridos e Queridas!

Quem me acompanha no Instagram (@diariosemlactose) viu que a Marcinha, uma das cozinheiras mais amorosas e fofas que já conheci e que trabalha comigo, fez um petit four sem glúten e sem lactose. Além de levar para eu provar, ela me deu a receita para publicar para vocês! 
O pessoal do Instagram teve a receita em primeira mão, então caso você ainda não me acompanhe por lá me siga agora para não perder nada! Publico algumas coisas no stories que não estão aqui no blog. #ficaadica <3

Marcinha, muito obrigada e um beijo no seu coração!


Petit four / Cookies de coco da Marcinha

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, lactose, glúten e soja. Contém clara de ovo. 

3 claras
220g de açúcar de confeiteiro
150g de coco ralado
100g de farinha de castanha de caju
Coco ralado tostado para passar os cookies

Bata as claras em neve. Acrescente o açúcar de confeiteiro e bata mais até ficar um merengue firme.
Acrescente o coco ralado e a farinha de castanha de caju delicadamente. 
Coloque o coco tostado em um prato e jogue colheradas da massa em cima do coco. Envolva toda a massa com o coco tostado e coloque em uma assadeira untada com óleo (ou tapetinho de silicone).
Asse em forno médio até dourar (uns 10 minutos dependendo do forno, fique de olho!).

Para fazer petit four faça pequenininho e um pouco maior se quiser cookies.
Para fazer o coco tostado é só colocar o coco ralado em uma assadeira e deixar no forno até dourar. Mexa com uma colher a cada 5 minutos para dourar por igual.

Com amor e fofura,

Monalisa Cavallaro

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Pavê de Abacaxi e Coco

 

Queridos e Queridas!

Sejam muito bem vindos a 2018!
FAÇAM esse ano ser incrível! 
Planeje, execute, persista, seja otimista, cuide de seus pensamentos, se importe com o que realmente importa! 
Dê um chega pra lá na preguiça, vai aproveitar a vida, saia com seus amigos, curta sua família, viaje. Cuide do seu corpo e mais ainda do seu interior. Faça atividades para liberar a energia parada e controlar o estresse. 
Preste atenção nas pequenas coisas.
Ame muito e principalmente, se ame! <3

Vamos começar com o pé direito? :)

A sobremesa do ano novo foi bem diferente da que tivemos no Natal. A overdose de açúcar do merengue foi substituída por um pavê sem açúcar. Meu pai anda em estado de alerta com o açúcar, então resolvi comprar o xylitol para testar e começar a ter um pouco mais de familiaridade com adoçantes e afins. 

Usei o mínimo de adoçante, o sabor ficou bem leve, perfeito para um paladar de quem toma café sem açúcar, por exemplo (aqui em casa e e meu pai só tomamos café desse jeito). Se você é mais formiguinha, ajuste o sabor a seu gosto. :) 


Pavê de abacaxi e coco

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, sem lactose, sem glúten, sem soja. Contém ovo.

- Massa:

Usei fatias finas do bolo de laranja apaixonante (para ver a receita clique aqui).
Utilizei 1/2 xícara de adoçante xylitol no lugar do açúcar demerara e assei em uma forma retangular. Também não coloquei as rodelas de laranja em cima do bolo para assar. 
Você não vai precisar do bolo inteiro para montar o pavê, então se quiser faça 1/2 receita ou faça como eu e fique com metade do bolo para comer depois. :) 

- Creme de coco:

100 ml de água
2 colheres de sopa de amido de milho
400 ml de leite de coco
3 colheres de sopa de xylitol (ou a gosto)
3 colheres de sopa de coco ralado.

Dissolva o amido de milho na água. Misture os demais ingredientes e leve ao fogo até engrossar.

- Doce de abacaxi

3 xícaras de abacaxi bem docinho picado 
Sumo de 1 laranja

Leve os ingredientes ao fogo. O abacaxi vai soltar bastante água, deixe cozinhando por uns 15 minutos ou até o abacaxi ficar bem cozido. Coe e reserve a água para molhar o bolo na montagem.

- Montagem:

Coloque uma camada bem fininha de creme de  coco no fundo de um refratário. Em seguida, coloque uma camada de bolo (corte o bolo em espessura fina para que não fique seco depois), molhe com a calda do abacaxi. Coloque uma camada do creme de coco, uma camada de abacaxi, uma camada de bolo (lembre-se de molhar o bolo com a calda) e siga a sequência até terminar. Enfeite com coco ralado e folhinhas de hortelã.

Com amor e frescor,

Monalisa Cavallaro

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Bûche de Noël ou Tronco Natalino


Queridas e Queridos!

Espero que todos tenham passado um Natal maravilhoso! 
Como foi a ceia? Comeram bem? Prepararam alguma receita do blog? Pode deixar seu comentário contando, quero saber tudo! 
Desejo muita luz e harmonia para cada um de vocês! <3 

Eu decidi a sobremesa em cima da hora, pensa na indecisão em pessoa!
Comecei a pesquisar e vi algumas fotos de Bûche de Noël ou tronco natalino... me deu uma vontade enorme de confeitar e usar o maçarico! Então optei pela versão branquinha, um tronco coberto de neve. :)

Não é a primeira vez que o bûche aparece por aqui. Já fiz a versão com chocolate em 2012, foi um tronco com recheio de limão e massa rosa, para ver clique aqui.
Para quem tem medo de fazer rocambole pode ficar tranquilo. Essa massa, que é sem glúten, não tem erro e é super fácil. Minha intenção era preparar uma massa de chocolate, mas a receita que peguei não deu certo. Como já estava em cima da hora, recorri a receita que já conheço e que sempre é sucesso!

Fotografei assim que terminei de preparar, então claro que não iria cortá-lo antes da ceia. E quem disse que eu lembrei de tirar foto na hora de comer? hehe Então me desculpem, não vai ter foto do recheio, mas garanto que ficou lindo e delicioso!!! 


Bûche de Noël ou Tronco Natalino
Rocambole de baunilha com creme de coco com cerejas coberto com merengue suíço

Creme de coco com cereja
Receita sem leite, lactose, glúten e soja. Contém gema de ovo.

1 xícara de chá de leite de amêndoas
1 gema
1 colher de sopa de amido de milho
1 1/2 colher de sopa de coco ralado sem açúcar
2 colheres de sobremesa de açúcar demerara (ou a gosto)
1/2 xícara de chá de cereja fresca picada (vamos usar só no momento da montagem)

Misture o leite de amêndoas, a gema, o amido, o coco e o açúcar demerara em uma panela.
Leve ao fogo baixo e mexa até engrossar bem. 
Despeje em um prato, coloque filme plástico em cima de forma que fique em contato com o creme e leve a geladeira para esfriar.

Massa de Rocambole 
Receita sem leite, lactose, glúten e soja. Contém ovos.

3 ovos
3 colheres de sopa de açúcar demerara
1 colher de chá de extrato de baunilha
3 colheres de sopa de fécula de batata

Bata os ovos com o açúcar na batedeira até triplicar de volume (cerca de 5 minutos). Acrescente o extrato de baunilha e a fécula de batata peneirada. Misture com um fouet até incorporar. 
Forre uma assadeira com papel manteiga e unte com óleo. Despeje a massa e asse em forno médio 180 graus preaquecido por 12 minutos.
Umedeça um pano de prato com água filtrada. Coloque-o sobre uma bancada. Assim que retirar a massa do forno, coloque em cima do pano de prato (papel manteiga para cima).

Montagem: distribua o recheio e espalhe as cerejas picadas em todo o rocambole. Enrole com a ajuda do pano de prato. Coloque o rocambole em cima do filme plástico e enrole como se fosse um bombom. Deixe na geladeira enquanto faz o merengue.

Merengue suíço 
Receita sem leite, lactose, glúten e soja. Contém clara de ovo.

2 claras
2/3 de xícara de chá de açúcar

Primeiro será preciso fazer um banho maria para colocar as claras. Coloque uma panela com água para ferver e escolha um refratário de vidro para colocar em cima da panela, de forma que o fundo não toque na água.
Coloque as claras e o açúcar no refratário e dê uma misturada. Coloque em cima da panela e mexa delicadamente até que o açúcar dissolva completamente e as claras estejam quentes. Atenção para não deixar a água tocar o fundo da travessa, senão as claras vão cozinhar!
Quando estiverem quentes, bata na batedeira até atingir o ponto de merengue firme. Coloque em um saco de confeitar e decore conforme sua criatividade! Se tiver maçarico, deixe o seu tronco dourado. :)


Com amor e muita festividade,

Monalisa Cavallaro

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

10 opções de sobremesas para as festas de fim de ano

Olá, meu querido ou minha querida que me acompanha aqui no blog!

Chegou a época das festas e confraternizações de fim de ano! 
Período de muita comilança para alguns... Já para outros com alguma restrição alimentar o cenário muda totalmente.

Vamos ser bem objetivos nessa conversa e deixar o vitimismo de lado?

Em primeiro lugar, se você vai participar de uma confraternização, seja ceia de natal, ano novo ou até uma festa de encerramento de fim de ano na casa de alguém, tenha em mente que quem não convive com intolerância ou alergia diariamente não tem a menor noção de coisas simples e que são consideradas "bobas" por nós que estamos acostumados com isso. 
Por exemplo, a pessoa pode não associar que manteiga vai leite. A pessoa não sabe que leite de coco não tem lactose. Parece besta, mas isso acontece. 
Pensa em alguns anos atrás, quando você ainda nem sonhava em ser intolerante à lactose... eu nem sabia o que era lactose direito. Só sabia que tinha no leite, não associava lactose com os derivados.

Pois é.

Então, a iniciativa de orientar, combinar preparações, dizer o que pode ou que não pode, precisa ser sua. Comunicação é a palavra chave. Garanta que você terá alguma opção salgada para comer e leve a sobremesa, por exemplo. O importante é que você possa socializar, se alimentar e curtir a festa! Não espere que os outros adivinhem o que você precisa. Você é o responsável por sua vida, então se cuide, se ame e não fique de vítima nessa história porque você já sabe que não é, combinado?

Nesses meus anos de intolerante, a parte que mais tenho dificuldade em encontrar opções para comer em festas é a hora da sobremesa. Tudo vai leite... Então, fiz uma lista com 10 opções de sobremesas para você preparar e surpreender os amigos e familiares. 

Separei receitas lááááá do início do blog, quando naquela época era tudo mato, e outras mais atuais.
Antes de cada receita tem um comentário, não deixe de ler.

E POR FAVOR! Venha me contar como foi a sua experiência na festa, se o pessoal da firma aprovou, se os familiares pediram receita... quero saber! :)



1) Brigadeirão - sem leite, sem lactose, sem glúten, sem soja

Sabe aquele brigadeirão que você comia antes de descobrir a intolerância? Então, é esse aqui! Faça a receita em uma forma redonda com furo no meio e não deixe assar demais para não ressecar. Na época, fiz na forma errada e quase queimei o bichinho. Tragédias da minha história de cozinheira amadora. Seguindo essas dicas o sucesso é garantido.  

Clique AQUI para acessar a receita. 



2) Pudim - sem leite, sem lactose, sem glúten, sem soja

É claro que o Pudim da Carol está e sempre estará na lista de sobremesas até o final dos tempos. Se você já acompanha o blog e ainda não fez esse pudim faça-me o favor de colocar como projeto para 2018. Te garanto que vale a pena!

Clique AQUI para acessar a receita. 


3) Sorvete de massa - sabores creme, chocolate e morango - sem leite, sem lactose, sem glúten

Nesse calor típico do inferno, ou melhor, do fim de ano não poderia faltar uma opção de sorvete. Essa receita é da querida leitora Lígia, mão do Biel. Já fiz inúmeras vezes aqui em casa. 
Agora PRESTA ATENÇÃO se você quiser deixar o que é bom ainda melhor: faça o sorvete e recheie o panetone da receita abaixo!

Clique AQUI para ver a receita.


4) Panetone e Chocotone - sem leite, sem lactose, sem soja

É possível fazer panetone caseiro gostoso? Claro!!! Uma versão simples e fácil para fazer em casa e rechear com todos os ingredientes que você sempre sonhou. É para tirar a barriga da miséria! 

Clique AQUI para ver a receita.


5) Mousse de morango + sorvete de morango - sem ovos, sem leite, sem lactose, sem glúten

A querida Lígia contribuiu aqui novamente. :) Eu fiz a receita da mousse e ela com sua criatividade a transformou em um sorvete. Então vocês tem 2 opções para rechear o panetone!

Clique AQUI para ver a receita.


6) Trufas com amêndoas - sem leite, sem lactose, sem ovos, sem glúten, sem soja

Mas Monalisa, eu queria receita de docinhos para enfeitar a mesa... Temos também! Essa receita é o máximoooo! Super fácil e deliciosa, sem dúvida uma de minhas preferidas!

Clique AQUI para ver a receita.



7) Marzipã - sem leite, sem lactose, sem glúten, sem soja

Essa receita é como brincar de massinha! Quem ama mexer com massa e modelagem precisa fazer, é super divertido! Além de lindo, fica delicioso!

Clique AQUI para ver a receita.


8) Bolo cremoso de chocolate e avelã - sem lactose, sem glúten, sem soja

Ele bolo é sensacional! Totalmente cremoso, saboroso e tem a calda mais maravilhosa de todas. 
Se você é chocólatra, vai nessa opção. ;)

Clique AQUI para ver a receita.


9) Torta refrescante com creme de limão e manga - sem glúten, sem leite, sem ovos, sem soja

Preparei essa torta para o Natal de 2014. Fica realmente refrescante e o bom é que você pode colocar a fruta que quiser. 

Clique AQUI para ver a receita.


10) Pavê e pacumê de chocolate e coco - sem leite, sem lactose, sem glúten, sem soja.

A piada insana do pavê tinha que aparecer! rs Delícia total, ainda mais se você fizer a receita da biscoito champagne que foi a melhor receita dos últimos tempos aqui no blog! 
Se a combinação chocolate e coco não te agrada, mude o sabor dos cremes e seja feliz!

Clique AQUI para ver a receita.


Com amor próprio e responsabilidade,

Monalisa Cavallaro

domingo, 17 de dezembro de 2017

Bolo de Limão com Calda de Melado de Cana


Queridas e Queridos!

A fofura do bolo de chocolate da semana passada foi tanto que essa semana fiz uma versão limão! 
Adoro quando uma única receita pode se transformar em várias! Não tenham medo de testar e experimentar diferentes sabores em receitas que vocês já costumam fazer, deixem a criatividade comandar! ;)

O bolo ficou mais escurinho devido o uso da farinha de sorgo integral, que é avermelhada. Quem não tiver pode usar a mesma medida de farinha.
Ficou uma gostosura! Segue a receita com as alterações com muito carinho para vocês! Voltem aqui para me contar quando fizerem! :)


Bolo de Limão com Calda de Melado de Cana

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, sem lactose e sem soja. Contém glúten e ovos.

2 ovos
1/2 xícara de chá de açúcar demerara
1/2 xícara de chá de óleo
1 colher de sopa de melado de cana
Suco de 1 limão grande + água até completar 1/2 xícara de chá
Raspas do limão utilizado acima
1/2 xícara de chá de farinha de sorgo integral
1 xícara de chá de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento químico em pó

Misture os ingredientes até ficar homogêneo, deixando para colocar o fermento por último.
Coloque a massa em uma forma redonda com furo no meio untada e enfarinhada.
Asse em forno médio preaquecido (180 graus) por 30 - 35 minutos. Faça o teste do palito.

Calda de Melado de Cana

1/2 xícara de chá de água
2 colheres de sopa de melado de cana

Misture em uma panela e deixe no fogo alto por 5 minutos. Jogue em cima do bolo ainda quente.

Grande beijo com amor,

Monalisa Cavallaro


domingo, 10 de dezembro de 2017

Bolo de Chocolate com Especiarias


Olá, amores queridos!

Esse bolinho me surpreendeu! Que bolo foooofo, mas fooooooooofo! Uma delícia!
Fiz cupcakes com uma parte da massa e com a outra fiz um mini bolo para dividir com as colegas de trabalho. A caldinha deu um toque a mais e o granulado ajudou na decoração e crocância. 

Uma ótima opção para levar nas confraternizações de fim de ano, tenho certeza que o pessoal vai se surpreender com um bolo sem lactose tão gostoso! :)

E por falar em fim de ano, para quem estiver procurando por receitas de sobremesas para as festas, dê uma olhada na lista enooooorme de receitas doces aqui no blog, tem panetone, pavê, brigadeirão, pudim e muito mais! Clique aqui para acessar. ;)


Bolo de Chocolate com Especiarias ou Bolo de Chocolate mais fofinho do Mundo!
Fonte: um tiquinho adaptado da receita do blog Camila na Cozinha.

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, sem lactose e soja. Contém glúten e ovos.

2 ovos
1/2 xícara de açúcar demerara
1/2 xícara de óleo
1/2 xícara de água quente
1/3 xícara de cacau em pó peneirado
1 colher de sopa de melado de cana
1 colher de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de gengibre em pó
1/2 colher de chá de cardamomo em pó
1 xícara de farinha de trigo peneirada
1 colher de chá de fermento químico em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio

Misture bem os ovos, o açúcar, o óleo, a água, o cacau, o melado e as especiarias. Acrescente a farinha e mexa até ficar homogêneo. Por último, acrescente o fermento e o bicarbonato.
Coloque a massa em forminhas de cupcakes ou em uma forma de bolo com furo no centro (nesse caso, unte a forma com óleo). Asse em forno médio preaquecido (180 graus) por aproximadamente 30 minutos (faça o teste do palito). Meus cupcakes ficaram prontos em 25 minutos.

Rendimento: fiz 7 cupcakes e um mini bolo na forma de alumínio descartável.

Calda de Chocolate

200 ml de leite de coco
2 colheres de sopa de cacau em pó
3 colheres de sopa de açúcar demerara

Leve os ingredientes ao fogo e mexa por aproximadamente 15 minutos ou até engrossar.

Utilizei o granulado de chocolate Dori (que é sem lactose e sem proteína do leite de vaca) para decorar.




Com amor, fofura e especiarias,

Monalisa Cavallaro 

domingo, 12 de novembro de 2017

Pãozinho de Cenoura com Gergelim com Pasta de Tahine


Queridos e Queridas!

Mais um pãozinho colorido para nossa coleção! 
Na verdade minha intenção era de fazer hoje um bolo natalino, com bastante especiarias. Eu fiz o bolo, ficou lindo, gostoso e... esfarelento! Ai que decepção! :( Essas coisas acontecem, principalmente para aqueles que, assim como eu, tem a mania de inventar a receita na hora ou usar uma receita como base e alterar tudo... hehe.

Mas, não me rendi a frustração e mudei os planos. Como domingo a tarde é o dia oficial de preparar o lanche de segunda, comecei a pensar o que poderia fazer para levar e logo pensei em pão. Lembrei da receita da bisnaguinha de beterraba já publicada no blog e fiz uma versão com cenoura e gergelim. Para acompanhar, preparei em 2 minutos uma pasta de tahine DELICIOSA!

Não sabe o que é tahine? É o gergelim puro batido até virar uma pasta homogêneo, é facilmente encontrado em mercados e geralmente é vendido em lata. Para quem não sabe, o gergelim é muito rico em cálcio, então aproveita a oportunidade e forneça essa nutrição ao seu corpinho! 

Quem fizer volte aqui para me contar se gostou!


Pãozinho de Cenoura com Gergelim

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, ovos e soja. Contém glúten.

1 xícara de chá de purê de cenoura morno*
1/4 xícara de chá da água de cozimento da cenoura
1/2 xícara de chá de óleo
1 colher de sobremesa de açúcar demerara
1 colher de chá de sal
1 sachê de fermento biológico seco
500g de farinha de trigo** 
Gergelim a gosto (opcional)

Pastinha de açafrão para pincelar os pães:
Misture: 1 colher de sopa de açafrão da terra em pó com água o suficiente para formar uma pasta espessa e tempere a gosto (utilizei lemon pepper, você pode colocar um pouco de sal e pimenta preta, por exemplo)

Unte uma assadeira com óleo e preaqueça o forno na temperatura média (180 graus). 
Misture o purê de cenoura e a água ainda mornos. Acrescente o óleo, o açúcar e o sal. Mexa bem.
Coloque o fermento e misture. Acrescente a farinha aos poucos, mexendo bem a cada adição. 
A massa deve ficar macia e lisa. Se for preciso, acrescente um pouco mais de farinha (não tive necessidade de acrescentar, mas sinta como estará a sua massa).
Não é preciso sovar, apenas misture e amasse até que fique uma massa homogênea.
Separe a massa em 16 porções de 50g cada. Modele bolinhas ou outro formato que desejar. Acomode lado a lado. Pincele com a pasta de açafrão e coloque um pouco de gergelim. Não precisa esperar crescer.
Asse por 40 minutos (acompanhe durante esse período, o tempo pode variar de forno para forno).

*Cozinhei 250g de cenoura na água e depois bati somente a cenoura no mixer até virar um purê. Rendeu exatamente 1 xícara de chá.
**Se desejar, utilize 300g de farinha de trigo e 200g de farinha de trigo integral, como fiz na receita das bisnaguinhas de beterraba.


A pasta foi feita no olhômetro e pode ser ajustada conforme o seu gosto. ;) Segue a minha versão abaixo:

Pasta de Tahine

Atenção alérgicos e intolerantes: receita sem leite, glúten, ovos e soja.

3 colheres de sopa de tahine (pasta de gergelim)
2 colheres de sopa de sumo de limão
1 colher de sopa de água gelada
Sal a gosto
1 dente de alho pequeno amassado (opcional)
1 colher de sopa de salsinha picada

Misture todos os ingredientes até formar um creme homogêneo.


Essas são algumas das fotos que o pessoal que me acompanha no Instagram pode acompanhar durante o processo do pãozinho. Se você quiser ficar por dentro das novidades em tempo real, me siga no Instagram: @diariosemlactose

E lembrando que nossa palestra já é na próxima quinta-feira, dia 16/11!
Não está sabendo?! Veja informações completas AQUI
Estou super animada para encontrar vocês! <3 
Quem ainda não realizou a inscrição veja os dados abaixo, aguardo vocês! ;)

Com amor cor de laranja,

Monalisa Cavallaro